Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu maior beijo às mamaes recantistas

Mae,nao excepcionalmente a do ventre e seio,
mas a guardia leal e amorosa que do céu veio
perfumar as flores, pretensos frutos maduros,
candidatos a incharem as marés com suspiros!

Entre choros e risos,indiscutivel sustentaçao,
que mantém tenros galhos sobr'as raizes fortes,
anulando-se por eles sem perder a determinaçao,
motivando a bela guerreira ir além das pontes!

Sonos nao perdeste, làgrimas nao desperdiçaste,
pois na ingreme subida de fé fadigas dominaste,
e embora os frutos nao colheste a ti, altruista,
humanidade inteira grata te louva e os degusta!

Se tuas sementes nao germinaram e assim pensar
te fizer impotente,creia na tua força estranha,
do sorriso e do olhar meigo parindo o caminhar
de tantos,sem bargalhares,pois o amor te banha!

Em reompensa a nasceres a vencedora, vulneràvel,
entre revezes,o mundo se rende ao dia memoràvel,
em prece te homenageia a saùde divina e imortal;
mola que alenta e refloresta em dom fundamental!

Tens galhos esticados,asas protetoras sombreando
semente,gerando ninhos de sangue e de amor doado,
pois teu pensamento transcende como brisa mansa,
espargindo emoçoes herdadas pelo Pai da Bonança!

Que tua mao incansàvel e amorosa, que agasalhou
tantos rebentos tênues, cujo amor jamais faltou,
seja abraçada perpetuamente por imensa gratidao,
que nos faz neste instante puro chorar de emoçao!

Mae amada, amo-te pela peculiar doçura enérgica,
pelo direcionamento sensato,delicado e cauteloso
preparando meu futuro ditoso numa sombra fresca.
A ti devoto o maior e imortal beijo silencioso!

Grenoble-FR-03/05/2006
Inês Marucci
Enviado por Inês Marucci em 03/05/2006
Código do texto: T149621
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Inês Marucci
Santos - São Paulo - Brasil, 54 anos
584 textos (23416 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:32)
Inês Marucci