Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

À MINHA MÃE AIDÊ


I D ...

Nadir Silveira Dias


In memoriam


Substrato instintivo
Da psique, a definição
Dicionárica do inconsciente.
Com tonicidade
Mudada és também
A síncope invertida
Da etimologia francesa
Haydée...
(Aquela que ajuda, auxilia)
Equilíbrio, energia,
Carinho e autoridade
Bem aplicados
Na completude
Da formação de
Filhos que nunca
Tivestes e
Amastes como se
Fossem
Nascidos de ti,
Aidê, mãe,
Idê, adotiva,
Sejas feliz,
Hoje e sempre,
Onde quer
Que estejas ...
E estás bem, bem sei!
Quem só fez o bem,
Não pode estar mal!


Rio Grande, 09.11.1913 - Rio Grande, 27.09.1983.


Extraído do livro Rastros do Sentir, Poemas Reunidos, edição do autor impressa pela Editora Alcance, Porto Alegre, 1997, pp. 83-84.


Escritor e Poeta - nadirsdias@yahoo.com.br
Nadir Silveira Dias
Enviado por Nadir Silveira Dias em 12/05/2006
Código do texto: T154825
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nadir Silveira Dias
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
1050 textos (155283 leituras)
4 e-livros (381 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 18:18)
Nadir Silveira Dias