Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mãe, Saudade!

Mãe, Saudade!
(Sávio Assad)
 
Olho para céu à noite e com muita saudade, penso essas estrelas são olhos a nos vigiar, a nos cuidar e a nos embalar.
Reconheço seu olhar ao longe, guardando o meu caminho, as vezes tranqüilo e outras vezes espinhoso.
Embora ausente, sua presença é constante na minha vida, seu sorriso, sua voz enérgica e carinhosa, ao mesmo tempo, impulsionando minha vida.
Lágrimas descem pelo meu rosto, querendo ver o seu, para que em um impulso correr para seus braços e me aninhar, sem vergonhas.
Cinqüenta anos se passaram de minha existência, sem esquecer uma só frase, um puxão de orelha, um carinho, um sorriso, uma chinelada um beijo terno, que só você soube dar.
Espaços vazios que não se completam mais, lacunas perdidas em pensamentos.
Caminhos percorridos sem volta.
Para você, mãe, dedico essas palavras
hoje, pois que sei que em toda minha existência serão as mesmas.
A saudade não é só neste seu dia,mas em todos os dias, pois tu és como uma jóia preciosa, podem haver outras, mais nenhuma igual a você.
Obrigado, Deus, por me dar a chance de conhecer a flor de onde nasci.
Ofereço esse poema real para todos os filhos que precisam de uma estrela, para olhar e se admirar.
Niterói 12/05/2006
Sávio Assad
Enviado por Sávio Assad em 13/05/2006
Código do texto: T155131
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sávio Assad
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
419 textos (26705 leituras)
19 áudios (1373 audições)
4 e-livros (106 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 17:40)
Sávio Assad