Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dia do Abraço

x
No Dia do Abraço
os meus braços crescem
para abarcar o mundo
num abraço imenso
onde suba bem fundo
a emoções que merecem
o vibrar dum traço...
 
y
o desenho imenso
onde agora penso
um abraço liberto
à poesia desperto
 
z
no zénite da felicidade
os braços encontram
o Dia do Abraço!?
 
se poder exprimente!!

(x,y,z) são as coordenadas que determinam um ponto no espaço tridimensional onde vivemos e nos representamos: x- altura, y- largura, z- profundidade. Todas estas dimensões quero deixar presentes nesta celebração do Dia do Abraço, cuja existência e conhecimento fico a dever à minha querida amiga Denise. Com ela aqui quero partilhar este espaço, nele fazendo dueto:

ABRAÇO DE AMOR
para dar um abraço
basta abrir os braços
formar um laço
e cativar-se no afeto
abraço é conforto e proteção
saudade e união
amizade e paixão
abraço de urso
nem como oferta de ocasião
abraço é calor
o melhor abraço
é o abraço de amor
MUITOS ABRAÇOS CARINHOSOS
NO DIA DO ABRAÇO
DENISE

{O comentário da Denise surge no poema anteriormente publicado, “matinal”, de hoje de manhã. Para ele espero poder contar com a companhia de mais parceiros em duplix_s, só amanhã incluirei os já presentes. Espero ter o presente de encontrar mais poetas presentes! Logo veremos... Uma Boa Noite! Claro, muitos e bons abraços!!, o mais reais possíveis!!!
Mural:
O hábito habita as nossas vidas, tenho desabitado o Mural e quase me desabituei daqui vir, venho hoje deixar um Abraço Recantua!!
Em atenção a esta intenção escrevi Dia do Abraço, Abraço(s)!!}
Francisco Coimbra
Enviado por Francisco Coimbra em 22/05/2006
Código do texto: T160994
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco Coimbra
Portugal
785 textos (310494 leituras)
37 áudios (39566 audições)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 08:58)
Francisco Coimbra