Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto Para o Poeta das Estâncias

Para Rodrigo Bauer

Senhor das sesmarias onde mora,
o poeta, em constante vigilância,
transpõe as gerações, desfaz distâncias...
mantendo acesa a chama da história.

Nascido sob ao signo da espora
possui os versos, plenos de lembrança,
erguidos sobre as pedras das estâncias
templárias das relíquias da memória.

Acolhe, no silêncio das taperas,
os gritos insepultos das quimeras
e o canto das tramelas musicais.

Traduz um pampa antigo e já disperso,
memória resgatada em salmo e verso
que canta com a voz dos ancestrais.
Vaine Darde
Enviado por Vaine Darde em 11/06/2006
Código do texto: T173299

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vaine Darde
Capão da Canoa - Rio Grande do Sul - Brasil
543 textos (83370 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 17:29)
Vaine Darde