Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

No Universo de Borges

Para Jorge Luis Borges (In memoriam)

Em todo espelho me vejo
num labirinto de Borges,
quando me encontro e me perco
no que me prende e me foge.
Por que não olho pra dentro
Igual aos olhos de Borges?

Meu tempo escorre pra fora
numa ampulheta quebrada.
Apenas canta o que chora
ferido da própria espada,
sob o signo da espora
na pampa desconsolada.

A face que me revela
na face lisa do vidro
me faz prisioneiro dela
num estranho refletido.
O mundo externo é uma cela
onde me encontro detido.

Eu vivo fora de mim
e cada verso que foge
transita pelos confins
nas setas do meu alforje.
Eu sou o inverso de mim
no universo de Borges.

Pois, nos porões da memória,
por não ter chave, não entro...
Meus olhos de olhar pra fora
não sabem olhar pra dentro.
Vaine Darde
Enviado por Vaine Darde em 12/06/2006
Código do texto: T174275

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vaine Darde
Capão da Canoa - Rio Grande do Sul - Brasil
543 textos (83363 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 00:44)
Vaine Darde