Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Manifesto de número dois

   Dedicado a todos que direta ou indiretamente pertenceu, conheceu, pensou, frequentou ou bebeu no BBF(Reggys (meu irmão), Junior Biz, Dandão, Dedeca, Nenzinho sorriso, Mateus(Farofa), Bel, Júdnei, meu nobre poeta e colega Léo Oliveira e todos os outros que, um dia fizeram o BBF.



    Ao longe o mundo clama
    e nossos olhos fitam
    o almejado dharma
    o futuro chama pelos pânditas,
    escritores, prosélitos e poetas.

    Vivemos o presente
    recitando poesias,
    falando de filosofia,
    ouvindo rock e esvaziando
    mais uma garrafa de vinho.

    Somos futuristas, visionários
    simbolistas, busdistas
    capitalistas e marxistas.

    Somos todos rebeldes
    com ou sem causa,
    espaçonaves perdidas
    no espaço.

    Somos viajantes espaciais
    visitamos planetas e luas
    capturamos cometas e meteóros.

    Pintamos o mundo de roxo
    fazemos de algo simples
    um complexo paradoxo.

    Não tememos o tempo
    temos o sol e a lua
    temos a ampulheta
    em nossas mãos.

    Aos pregos, somos o martelo
    somos todos loucos, astrólogos
    bruxos, magros e magos.

    São 2:30 da manhã
    acabou o vinho
    o dia já vem e
    Deus só ajuda
    quem cedo madruga.

    Somos todos quase poetas
    somos todos tortos e
    já nascemos meio mortos.

    Ainda temos nossos corpos
    entorpecidos, mas resistentes
    fracos, mas invencíveis.

    Temos nossa pouca poesia
    ruim, porém sincera,
    e ela vale um tiro.

    Não queremos calmaria
    nem alvo de artilharia
    só precisamos escrever
    pra continuarmos a atirar.
Rivelino Matos
Enviado por Rivelino Matos em 16/06/2006
Reeditado em 15/05/2007
Código do texto: T176349

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rivelino Matos
Euclides da Cunha - Bahia - Brasil
124 textos (6775 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:08)
Rivelino Matos