CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

Homenagem a minha tia querida

Tia Sylvia partiu domingo, 21 de setembro, 08, pela manhã...foi-se a mulher que mais amou e se dedicou à família e ao próximo... foi-se nossa segunda mãe...foi-se um pedaço de nós outra vez... Foi-se no dia da árvore a mulher-alegria, que adorava jabuticaba, laranja e gostava de apanhá-las no pé... Preservou e amou a natureza, amou a vida, as pessoas, os livros, a música...
Foi-se a mulher - coragem, de luta, de determinação, de energia e bondade, de rigidez e delicadeza, cheia de esperança e otimismo !
Foi-se a mulher mais humanizada e consciente, alegre e de risada fácil, a mãe de todos os sobrinhos, a mãe dos irmãos, dos carentes, dos tristes; a mulher fortaleza, coerente, ética, brasileira, cheia de graça ...
Foi-se a mulher educadora por excelência, literata, escritora, tradutora, culta, escrevinhadora de cartas( das últimas que conheci), grande incentivadora da leitura, além de amiga dos números, intelectualizada, ledora assídua...
Foi-se a mulher sonhadora, digna, comunicativa, conselheira, amiga, companheira, presenteadora, passeadeira, prendada, brilhante...
Foi-se a bivó que ensinou na quinta feira, antes de sua internação, aos 20 dias antes de completar 93 anos, lúcida, a tabuada de oito para seu sobrinho-neto Gabriel...Amável!
Foi-se a artista do bordado, da tapeçaria, que amava a arte, o mundo que quase o conheceu por inteiro na palma da mão....
Foi-se a tia que amou a Itália, a terra dos Incas, cultivou amizades pelo mundo, soube conviver com a política e com nomes como Tancredo,( de quem era amigo pessoal) Andradinha, José Maria Alckmim, Magalhães Pinto dentre tantos outros ilustres mineiros que fizeram a história de Minas e contribuíram para a história do Brasil! Fascinante...
Foi-se a mulher que se preocupava com o planeta, com a água potável, com a energia, com a economia, que mantinha diálogos admiráveis...Ativa!
Foi-se a tia de memória viva que foi um arquivo em vida e os sentimentos que me afloram ao abrir tão preciosos escritos trazem-me belíssimas recordações e me sinto impregnada de tudo que me ensinou e herdei de sua riquíssima personalidade que muito me honra e dignifica levar pelo resto de minha trajetória na terra sua mensagem de VIDA, AMOR, PAZ...
Foi-se a tia-mãe...ficou o legado de uma mulher de fibra, que viveu por todos nós! Dedicada!

Homenagem de sua sobrinha que muito a amou em vida e a deixou partir....serena e calma como as águas de um mar tranquilo que tanto amava!Ficamos em pedaços, mas a colcha de retalhos será refeita....aos poucos, devagar, como um quebra-cabeças, encaixando cada peça, ao tentar entender o mistério que envolve a VIDA!
Tida Pozzato
Enviado por Tida Pozzato em 27/09/2009
Código do texto: T1834528

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Tida Pozzato
Lavras - Minas Gerais - Brasil
50 textos (3993 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/14 11:23)