Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ao que se foi...


Silencie ante o tumulo dos sonhos
daqueles que ousaram
lutar pelo que acreditaram!
Frio monumento
lágrimas
pedra, terra, cimento!
 
Quantas lembranças...
quantos lamentos!

 
Solitário
em meio a névoa das eras;
quem irá lembrar
dos que pela Paz brandiram a espada
e sob seu escudo, tutelaram
seres que disso, nunca souberam?
"-...que seja o silencio a lápide escolhida,
de que vale neste mundo a maior inscrição.?"
 

Guerreiro,
és agora estrela que brilha por teus sonhos?
Seja então por ti
que possam brilhar outros sonhos
e outros guerreiros
amparam-se em tua lembrança
a cada batalha.

Emudeço
e que seja o silêncio
o réquiem que te oferto
pelos sonhos
porque viveste e porque partiste!

 
 
 

Liane Furiatti
Enviado por Liane Furiatti em 03/08/2006
Reeditado em 20/01/2009
Código do texto: T208434
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Sobre a autora
Liane Furiatti
Curitiba - Paraná - Brasil
776 textos (34958 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 20:55)
Liane Furiatti