Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amargos sonhos (Lúcia Helena Vieira)

Ilusões, retratos, saudades.  Cotidiano que passa.  Não mares de rosas, mas apenas ilusões da vida.
      Nem de aparências vivo: queria uma casa linda e maravilhosa, e não aquele barraco onde moro; queria a minha filha num bom colégio, e não num casarão que não tem nem nome, e principalmente com professores bons.
      Tenho sonhos que nunca jamais vão acontecer, amargas tristezas minhas.
      Sim, há ainda grandes ilusões que passam na minha vida, na sua vida, e, por serem sonhos, apenas nos despertam para as coisas puras.
      Às vezes me sinto capaz de tudo, até mesmo de realizar alguns dos meus desejos.  Mas as desilusões são maiores, mais fortes, mais presentes.
     
Escritores de Cabo Frio
Enviado por Escritores de Cabo Frio em 06/08/2006
Reeditado em 26/08/2006
Código do texto: T210375
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Escritores de Cabo Frio
Cabo Frio - Rio de Janeiro - Brasil
27 textos (1223 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 06:00)