Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pai...

A fatalidade se encarregou de nos separar...

Me privando de saber o que era um abraço paterno e um simples beijo de boa noite;

Cresci sem saber como é ter um pai...

Mas, por mais dolorosa que foi essa separação, a minha imaginação fluia de como seria tê-lo ao meu lado;

Hoje tenho a sensibilidade de saber que você jamais se foi... pois você esta aqui nas poucas lembranças que me restam, ainda te sinto perto de mim.

Sinto você colher minhas lágrimas quando elas insistem em cair, sinto seu olhar me contemplando.... sinto seu perfume...

Sei que de alguma forma você está comigo e que um dia nos encontraremos e poderei dize o quanto te amo....
Munike Farias
Enviado por Munike Farias em 14/08/2006
Reeditado em 03/10/2008
Código do texto: T216662

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Munike Farias
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil
154 textos (6617 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 17:08)
Munike Farias