Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

" O PROFETA G E N T I L E Z A "





— Ninguém pode calcular a potência venenosa de uma palavra má 
num peito amante

William Shakespeare





Um incêndio em um Circo que se exibia em Niterói - RJ,
 ceifou a vida de centenas de pessoas.

No centro da cidade, na Rua Cel. Comes Machado, 
estava sediado o Instituto médico legal, e sobre a calçada,
 em frente, os corpos organizados lado a lado.

Eu bem jovem, fui assistir ao mais doloroso 
visual da minha vida. Não eram pessoas mortas, 
eram coisas disformes sem a menor chance de identificação. 
Não sei se fizeram identificação pela arcada dentária, 
assim como não sei se essa técnica existia naquela época.

Só sei que dá desgraça maior também nasce beleza impar,
 sublime, e assim nasceu o Gentileza. 
O nascimento foi uma metamorfose esplêndida. 
Um empresário perdeu esposa e filhos e renunciou 
ao mundo pessoal para pregar o amor e a Gentileza. 
Dizia ele: Gentileza gera Gentileza. 
Sempre sorridente e com a melhor aparência de paz que eu já vi.

No início era tido como louco e o tempo se encarregou
 de torná-lo respeitado e amado.
 Foi o Profeta que conheci ao vivo. Tão lindo e simpático, 
tanto quanto os venerados na história do nosso mundo. 
Usava roupa branca, os cabelos e a barba foram crescendo 
e sem ter qualquer cuidado pessoal como relevante, 
estava sempre nos conformes. Era lindo.

De início ficava pregando em frente à estação das barcas
 em Niterói, e depois Rodoviária Novo Rio,
 a principal do nosso Estado. Deve ter ido para local pelo fluxo 
enorme de pessoas que partiam e chegavam de outros Estados. 
Bem, ele sempre tinha flores para oferecer, muito carinho e amor.

Não vou me alongar, falar do Gentileza depende de um imenso tratado.

Quero sim, é geminar os atos do Profeta Gentileza 
com o enunciado do nosso querido William Shakespeare. 
Não fira à sua namorada com palavras venenosas; a vítima, em decorrência, será você. Jamais dará uma umazinha 
verdadeiramente deliciosa, aquela que os Anjos dizem,

AMÉM!!!

N - Imagem, foto do Profeta Gentileza




evaldodaveiga@yahoo.com.br.
Evaldo da Veiga
Enviado por Evaldo da Veiga em 23/08/2006
Reeditado em 17/05/2011
Código do texto: T223773

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Evaldo da Veiga
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 73 anos
952 textos (313617 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 18:32)
Evaldo da Veiga