Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Guio-Águia

                           
                  (Estrada Humana – Otávio Costa)


Quero sempre te ver como uma águia,
Com olhos vivos no rumo norte,
Com o sentido na liberdade,
No abrir das asas
A certeza do vôo coeso,
Delineando o espaço ganho
Com luta e obstinação.
Águia...
Com pensamentos embebidos nos
Valores eternos.
Usando a “arte”
Para ser artista.
Peço licença para enaltecer-lhe,
Já que como homem comum queres viver.
Não podes, todavia, deixar de transparecer
Esta beleza descomunal
Que tens enraizado no teu ser.
Elevado de espírito, dotado de sonhos,
Fortalecido pelos aplausos
Que te faz um pierrot
Neste palco de emoções, cortinas e luzes,
Guio, tu és Águia
E tens as cores da vida
Justificando o teu desejo de ser eterno
Pois é eterno tudo que brilha.

Para o Amigo (Guio Reis)
Que conheci nos corredores da vida.
Axés.
Estrada Humana
Enviado por Estrada Humana em 24/08/2006
Código do texto: T224453

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Estrada Humana
Serrinha - Bahia - Brasil
126 textos (15284 leituras)
16 e-livros (1532 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 04:26)
Estrada Humana