Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

À IRMÃ LOURDES

Jamais pensei em estar aqui, escrevendo como agora, e, muito menos, a respeito de alguém que deixou muita saudade, além de lições dignas de serem lembradas e passadas à diante.

Assim era a minha querida Irmã Lourdes: Mulher forte, corpulenta (mulher grande e grande mulher, por dentro e por fora), cor de jambo, rosto bonito, olhinhos repuxados e vivazes. Lembro-me dela com a vassoura na mão, varrendo as folhas caídas de uma amendoeira que fica bem em frente à igreja em que vivia, e/ou lavando a calçada... pés descalços, postura simples e presença marcante.

Sua história? Sei um pouco... . Contou-me que, bem pequena, com 05 anos talvez, nunca vira a mãe dar um sorriso; só chorar... . Não sei se irmã Lourdes lembrava da mãe sorrindo.

Irmã Lourdes morava na roça com os outros irmãos e a mãe, que saia bem cedinho para o roçado e voltava com 1kg de arroz. Resultado: Irmã Lourdes foi entregue à uma família e separada da mãe e dos irmãos! Ainda pequena começou a trabalhar e a ser maltratada, mas sobreviveu... .

Veio para o Rio, conheceu religiões várias, casou-se, foi mãe e no quarto filho perdeu o esposo. Então, passou a viver para os filhos e eu tive o privilégio de conhecê-la e aos seus filhos em uma igreja batista, onde residia, prestava serviços e era mãe espiritual, conselheira e ouvinte de todas as horas.  Dedicou-se a trabalhos de "cura interior". Esse foi o principal ministério que Irmã Maria de Lourdes abraçou com paixão e inabalável convicção, certeza de Fé.

Dia após dia, noite após noite, por madrugadas incontáveis, lá estava irmã Lourdes, um dos mais fortes pilares da igreja, dos irmãos em Cristo e dos descrentes também, eis que sempre pronta a servir, fosse orando, ouvindo, consolando, aconselhando, preparando salgados e doces para aniversariantes, pastores, noivos, seminários. "Incansável" a minha cara Irmã Lourdes! Ela dizia: - Nós somos mulheres de batalha!

Segredou-me que nunca chorava na frente dos filhos; ao contrário, irmã Lourdes passava força, otimismo, levantava o caído, não se entregava! E seguiu desse jeito até o fim, ou melhor, até o verdadeiro começo com Deus, que, creio, chamou-a para desempenhar um papel muito mais elevado... .

Aos 49 anos de idade e em silêncio, continuava trabalhando, orientando, orando, tomando conta da igreja e dos filhos amados, tanto carnais como espirituais. E tudo isso sem desanimar nem vacilar.

Nós a chamávamos de "mãezona", pois, de fato, era mãe de todos! Como eu poderia esquecê-la? Eis que está em meu coração e agora nesse Recanto, onde tento descrever (mesmo sabendo-me limitada) um pouco dessa pessoa tão especial que tive o prazer e a graça de conhecer: Irmã Maria de Lourdes Reis de Miranda.

Amados, saibam que irmã Lourdes foi e é uma valiosa lição de vida para mim e todos os que com ela conviveram, pois ensinou FÉ, FORÇA, HUMILDADE, DIGNIDADE, FIDELIDADE, EMPENHO, ENTREGA, RENÚNCIA, CORAGEM E AMOR... MUITO AMOR! Enfim, dedicou-se a Servir, sempre! Orgulho-me de tê-la conhecido... .

"Homenagem póstuma à irmã Lourdes, amada irmã em Cristo Jesus".



Isatucha
Enviado por Isatucha em 29/08/2006
Reeditado em 14/07/2011
Código do texto: T227631
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Isatucha
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
37 textos (5276 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:31)
Isatucha