Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

IV- POEMAS À ADRIANA

Manoel Lúcio de Medeiros.

FICA A ANUÊNCIA!

IV

Desafia a memória, abre a nossa inteligência,
E a classe se enriquece, com toda sua ciência!
A turma cria um bom gosto, e aprende sempre mais,
O professor que transmite, faz o aluno capaz!


Na apoteose do ensino, o mestre faz “o aprender”,
E a turma enriquecida, que cada vez conhecer!
E a classe se desenvolve, aumenta sua freqüência,
Acaba o nosso cansaço, melhora a nossa prudência!


Trabalhos feitos em grupos, sendo bem monitorados,
A melhor coisa do mundo é ter a mestra do lado!
Pode vim um outro mestre, mas fica tua ausência!


Nesta classe que passaste, deixaste tua anuência!
Milhões de anos-luz vieram, és o cometa,
A brilhar no Ceará, na UVA, nosso planeta!


Direitos autorais reservados
Malume
Enviado por Malume em 05/10/2006
Código do texto: T257131
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Malume
Fortaleza - Ceará - Brasil
452 textos (16869 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:24)
Malume