Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

- VIII - POEMAS À GRAÇA MEDEIROS.

Manoel Lúcio de Medeiros.

FIZESTE UM BOM TRABALHO.
I
Graça, esta amizade, é como um laço de amor,
Quando estreita os laços, torna-se belo qual flor,
No jardim da educação, fizeste grande conquista,
Fizeste um bom trabalho, não precisou de avalista!

II
Graça tu és o instrumento, usada por nosso Deus,
A quem o Senhor promete, nunca esquece dos seus!
Que Deus, pois, te abençoe, com sua bondade sem par,
Que sejas, pois, uma serva, usada para lhe louvar!

III
Deleita-te nesta hora, pois, espaço é o seu!
Passo-te agora a palavra, pois terminei meu discurso,
Esta casa tem a honra, de tê-la como um recurso,
Na nossa educação, és benção que Deus nos deu!

IV
O Estado dá boas vindas, nas terras do Ceará!
Este chão que é tua terra, Deus vai mais abençoar,
Receba da nossa alma, a voz que fala do peito,
Graça Medeiros Formiga, Deus abençoe o teu pleito!

Histórico: - Poemas compostos e apresentados pelo poeta Malume (Manoel Lúcio de Medeiros) convidado pela SEDUC, (Secretaria de Educação Básica do Estado do Ceará), para receber e homenagear neste auditório, em nome de todos os funcionários, a Maria das Graças Medeiros Formiga, (diretora do Nulog) – Núcleo de Apoio Logístico, e Vice-diretora ANPAE, (Associação Nacional de Política e Administração da Educação), que veio de férias dos EUA, (Estados Unidos da América) para reassumir suas funções administrativas nesta secretaria, no dia 17/10/2005, no Cambeba, (em Messejana) no Estado do Ceará, a convite do governador do Estado do Ceará, Dr. Lúcio Alcântara.

Direitos autorais reservados.

Malume
Enviado por Malume em 07/10/2006
Código do texto: T258472
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Malume
Fortaleza - Ceará - Brasil
452 textos (16874 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 03:55)
Malume