Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dia dos pais


Hoje é o seu dia e mesmo à distância, quero que saiba que sempre esteve, está e estará em meu coração...

Você é aquele que esteve presente em todas as fases da minha vida:

• Subindo na cabine do caminhão para colher cerejas para mim;
• Subindo nas oliveiras;
• Que quando chegou ao Brasil comeu bananas até se fartar;
• Andando quilômetros para trabalhar na fábrica de carrocerias Rizzo;
• Me levando para passear no táxi (fusca), sentada na frente, no chão;
• Sofrendo como eu sofri pela perda da minha mãe;
• Dando broncas e mais broncas durante minha adolescência;
• Sendo louco o suficiente para me dizer no dia do meu casamento: “muda de idéia, não vai, eu vou lá e digo que você não vai mais casar...”
• Me apoiando quando da separação;
• Conseguindo ser um super-avô: “Boa tarde!!!”

Há um tempo escrevi o poema abaixo para você, nunca mostrei, nem sei se vai entender algumas das palavras, ele demonstra que apesar de todas as diferenças, somos muito parecidos e te amo muito.

Pai
Quantas dificuldades,
bloqueios, mágoas mútuas,
quanto sofremos desnecessariamente, os dois.
O tempo foi passando, inexorável.
Você sofreu, amadureceu, envelheceu...
sempre me amou.
Eu, sofri, te odiei, perdoei, te entendi...
amadureci.
Tantos poemas fiz,
Tantas homenagens prestei...
expus sentimentos, me desnudei.
A ti nunca rendi tributos,
Por não saber faze-los...
Nunca me ensinaste a te amar,
mas mesmo assim... sempre te amei.
Fernanda Maria
Enviado por Fernanda Maria em 02/11/2006
Código do texto: T279883
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fernanda Maria
São Paulo - São Paulo - Brasil, 54 anos
92 textos (6748 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:41)
Fernanda Maria