Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ao irmão

Quem sabe, Meu irmão
Você deixa de ser o infeliz?
você deixa de esquecer de si?
Você Levanta esse Nariz?

Pensamos Muito, e chegamos à praia
Torcemos tanto... das mortalhas falhas
criava tudo espontaneamente...
mas, de repente... um Surto.

Pesadelos tomam a mente
ciente do medo criado, carente.
surpresas à tona detona a gente,
mas ressurege vazio a alma clemente.

e essa não se desfaz!
tudo é alegria que se traz
vivo, vivendo, vivida a paz
Sonhe o sonho meu caro rapaz.

é o que diria a um irmão
mais que isso, à alguém do coração
sinta minhas palavras de admiração
que gente como você, demora a surgir... mas surgirão!
FlávioDonasci
Enviado por FlávioDonasci em 21/11/2006
Código do texto: T297165

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
FlávioDonasci
São Paulo - São Paulo - Brasil
285 textos (12155 leituras)
6 áudios (343 audições)
1 e-livros (134 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 05:26)
FlávioDonasci