Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HOMENAGEM AOS PARTICIPANTES NA FORMAÇÃO DO BAIRRO JARDIM DA CONQUISTA

UM MOVIMENTO POPULAR QUE SONHAVA COM A CASA PRÓPRIA, PARABÉNS A TODOS OS PARTICIPANTES, BRAVO AVANTES COMPANHEIROS.
A DIGNÍSSIMA PREFEITA LUIZA ERUNDINA DE SOUZA
A NOSSA DIGNÍSSMA QUERIDA PREFEITA MARTA SUPLICY
JARDIM DA CONQUISTA, SÃO PAULO, SP
A questão da moradiaé um direito previsto na constituinte,que todos têm o direito a uma moradia digna,porque não cumprir-la está cláusula?
   A moradia da dignidade as  famílias,segurança,traz a paz,cidadania,por isso foi que aunião do movimento por moradia travou uma grande mobilização em torno desta terra,que estáva condenada a ser um LIXÃO,não há planejamento pois desde a criação do bairro não houve a construção de aterro sanitario continua útilizando o mesmo aterro,
Como se deu a ocupação do Jardim da Conquista, aqui está o nome de todos os companheiros desta tão bem sucedida ocupação popular, era tudo muito difícil para um trabalhador assalariado conseguir uma moradia digna pra sua família.
Então não tivemos alternativa a não ser juntarmos um Grupo dos chamados Sem Terras e Sem Moradia. Saímos a procura de terras devolutas nas periferias da capital. Então veio o governo da prefeita e companheira Luiza Erundina, que facilitou muito os movimentos populares em nossa Cidade, tudo teve inicio em 1988, quando houve a ocupação do bairro Fazenda da Juta, na época administrado pelo então truculento JANIO DA SILVA QUADROS, nesse governo tivemos perdas, uma delas foi um pai de família companheiro nosso morto pela Guarda Metropolitana.
O movimento tinha cinco mil (5.000) famílias cadastradas no movimento da zona leste, do Parque São Rafael e adjacências, assim duas companheiras do movimento, HILDA DIRCEI da Fazenda da Juta, que fazia parte do movimento do Parque São Rafael acharam esta terra, que a proprietária colocara à venda, mas a COHAB detinha a concessão da compra, para a construção de um LIXÃO, nós do Movimento Sem Terra, organizamos e partimos para o gabinete da então recém-eleita, prefeita LUIZA ERUNDINA. Solicitamos que a mesma adquirisse a terra e repassasse ao movimento, o que foi feito em 1989.
A negociação com a prefeita Luiza Erundina contava com a participação de 21 pessoas, entre coordenadores, parlamentares e um Advogado do movimento. U.M.M “Rildo” as portas da Prefeitura e da COHAB, mas só foram abertas através da intervenção do Vereador ADRIANO DIOGO.
Os governantes ainda não se deram conta da força do povo, muitos deles duvidam da inteligência do povo. Ouvimos falar tanto em falta de habitação para o povo. Se os governantes tivessem vontade, a política seria muito mais fácil de resolver, principalmente o problema da habitação em nossa cidade. Era só fazer infraestruturas no terreno, com arruamento, esgoto, água, luz, asfalto, linha de ônibus, demarcar os lotes, venderia os terrenos aos interessados, construiria como as cinco mil famílias que construíram o Jardim da Conquista com recursos próprios, hoje temos um bairro.
Organizado, neste ato se formaram oito (8) grupos e foram negociar com a prefeita e os diretores da COHAB a ocupação da terra. Fechamos os seguintes grupos, os coordenadores que negociaram com a prefeita, o grupo Movimento Sem Terra e Sem Moradia Parque São Rafael, os coordenadores Sebastião Rosa e Maria Luiza, Grupo da Fazenda da Juta Hilda e Nazaré, Manoel do grupo de São Mateus, os coordenadores, a saudosa Lucy Valente, Abidil e o José Grasso, grupo nossa Senhora de Fátima, Laurindo, Aurélio e Mariano, Grupo de Vila Ema, Rosy e Antonio Azevedo (Toninho), grupo da Vila Formosa, Afonso, Joaquim e Clarice, grupo da Madalena, Clarice, Irene e Marlene e o Grupo Imaculada Conceição, Cidão, Dona Verônica e Diva.
Depois da bem sucedida ocupação, foi traçado o arruamento, as áreas destinadas aos serviços públicos, como postos de saúde, creches, escolas, praças, que em felizmente foram sendo ocupados irregularmente, por alguns moradores inescrupulosos, mas de qualquer maneira hoje é uma verdadeira cidade organizada com escolas, creches, postos de saúde, igrejas e comércios.
Na administração da PREFEITA LUIZA ERUNDINA DE SOUZA foi liberada a terra. Os coordenadores se organizaram em grupos, demarcaram os lotes e fizeram as ruas. Solicitamos o asfalto, mas foi feito com um material semelhante a cascalhos, quando chovia era quase impossível a entrada de carros, que pó sinal era uma raridade alguém ter um fusquinha. Terminado o governo da Erundina, veio o famigerado,nefasto,comprovadamente corrupto Paulo Maluf que não beneficiou muito o nosso bairro, somente um asfalto mixuruca e uma linha de ônibus da MásterBus que era de sua propriedade, se não fosse sua nem isso tinha feito. Foi eleito em cima do tal fura-fila, CELSO PITTA que só construiu em nosso bairro uma creche e uma escola de LATA e nada mais.
Foi então chegado o dia em que ouvimos o alerta da emissora de TV, TAN, TAN, TAN, TAN, TAN, TAN, para nos dar a notícia que foi eleita A MARTA SUPLICY.
A salvadora que moralizou o transporte público em nosso bairro, que era uma vergonha, eram vans administradas por pessoas de índole duvidosa, que não tinham compromisso com os moradores, nem com a segurança. Asfalto todo o gasto 2,420,000,00 dois milhões e quatro centos e vinte mil,foi quanto foram gasto com o asfalto do bairro com material de boa qualidade, construiu o belíssimo CÉU que,  foi erguido em um terreno que era um verdadeiro cemitério clandestino, hoje é pólo cultural da região, que ainda é tão carente.
Ela implantou os agentes de saúde do Programa Saúde da Família, que vão de casa em casa, depois levam os problema mais graves aos médicos das UBS’s, que também foram implantadas por ela, foi dado início da regulamentação dos lotes, pena que não deu tempo dela terminar, pensávamos que ela seria reeleita para terminar, mas os “traíras” não votaram com consciência. Ela tinha começado a construção das A MAIS elo contrário, atrasou nosso sistema de transporte, pois tínhamos uma linha de ônibus que fazia o Parque Dom Pedro II. Portanto não nos deixou nem saudades. Seu sucessor também foi uma “vaca de presépio”, passou despercebido, fez menos ainda, o então Gilberto Kassab, foi um zero a esquerda, não deixou nada em nosso bairro, agora estamos depositando a nossa esperança no Fernando Haddad. Hoje anunciam a redução da tarifa de transporte públicos em são Paulo, já é um bom começo, esperamos que implantem no CEU, alguns cursos técnicos, pra molecada carente, que arrumem o Campo de futebol, para que possamos aos Domingos jogar nossa bolinha de sempre e também agitar a programação Cultural, que está uma verdadeira letargia este ano, não teve nenhum evento, estamos carentes de umas Semanas Culturais, temos um belo teatro, mas está as moscas. Não é possível um equipamento belíssimo fique parado.
Vamos HADDAD nos diga a que veio, vamos mostre serviços às comunidades que o elegeram. Já temos um grupo de Sarau, organizado pelo nosso querido professor Cristiano e professoras Sandrinha Olivera Brasil, Valéria e Tina, a doce Joana Crescêncio e tantos outros colaboradores, como o casal Paraíba e sua esposa, também professora que tão bondosamente nos cede seu espaço, para que possamos realizar o nosso Sarau, na travessa Seguindo seus Passos. Isso é algumas das curiosidades do nosso bairro.
Hoje temos uma associação de moradores do bairro, os ex- presidentes são: Tauar, Sebastião Rosa, Judite, Amilton, Laércio, ROFPESSORA Sandra Oliveira Brasil, e outros colaboradores como o Caetano Pinho, que sempre tem um carro equipado com um bom som, para fazer os anúncios relacionados a tudo que acontece em nosso bairro, as memoráveis festas de aniversário do bairro, que são realizadas todos os anos no bairro, o Reisnaldo Silva do nascimento, também um colaborador permanente, como tantos outros colaboradores, está sempre engajado em tudo que faz.
Não posso esquecer o nosso saudoso JOASINO BARBOSA CEDRO(JOÁ), quantas vezes convocou reuniões e trazia jovens para jogar futebol.
Contamos com muitos comércios, como: padarias, açougue, farmácias, várias lojas de sapatos e roupas, a casa do Norte “Casa Nordestina Crescente” do conhecidíssimo Moreira.
Alguns anos depois das ruas toda a traçada, coube à dona Vera e a Marcia filha da dona Jerusa, o privilégio de escolher os nomes das ruas, que são todas com nomes de músicas, que já foi tema de várias reportagens, pra TV e jornais, este que vos escreve reside na Travessa Somos Todos Iguais, mas tem também outras, não menos famosas, com nomes exóticos como travessa abre alas, tr.Acorda América, TR.Água Corrente, Água Dourada, TR.Além do Horizonte, TR.Amigo Leal, TR.Amor Cigano, TR.Anos Dourados, TR.Argumento, TR.Axé Babá, TR. Caminhemos, TR.Carpinteiro do Universo, TR. Carta de Alforria, TR. Detalhes, TR. Deusa do Asfalto, TR. Disparada, TR.Doce Presença, TR. Ébrio de Amor, TR. Escrito nas Estrelaste, TR. Espanhola, TR. Estrada, TR. da Vida, TR. Estúpido Cupido, TR. Evidencia, TR. Falando de flores, TR.Favo de mel, TR.Folha de outono, TR.Galope irá, TR.Gente humilde, TR. Garcia a la vida, TR. Hino de amor, TR. História de um amor, TR. Homem de Nazaré, TR. Humana, TR. Índia, TR. Jambalaya, TR. La cumparsita.vejamos que nomes mas lindo,tr escrito nas estrelas,tr ``carpiteiro do universo``,quem seria capaz de escrever um nome mas lindo,mas profundo do que este belíssimo!
“O aniversário do bairro é 12 de outubro de 1989, foi nesse dia que nasceu este bairro”
Um terreno que era destinado a um “LIXÃO”, hoje é um lindo bairro.
A questão da moradia e um direito previsto na constituinte, que todos têm o direito a uma moradia digna, porque não cumprir? 
A moradia dá a dignidade a todas as famílias, segurança, traz a paz e a cidadania, por isso foi que a união do movimento travou uma grande mobilização em torno desta terra, que estava condenada a ser um LIXÃO, é tão provado que não há planejamento, pois desde a criação do bairro não houve a construção do aterro sanitário em outro local, onde a região leste continua utilizando o mesmo aterro.o seja o aterro São João.

Eu gostaria de agradecer a valiosíssima colaboração de todos que me ajudaram a realizar esta singela homenagem, pequena esta, diante da representação de cada morador.
Agradecimentos:
- DONA VERONICA e MARCIA LEMOS, que tiveram o privilégio de nomear as ruas com títulos de musicas e não com nomes de políticos corruptos ou empresários ladrões.
 - SEBASTIÃO ROSA
- CAETANO PINHO
- REISNALDO SILVA DO NASCIMENTO


{imagem do google }
Antonio Laurentino Sobrinho
Enviado por Antonio Laurentino Sobrinho em 12/07/2013
Reeditado em 25/12/2013
Código do texto: T4384414
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antonio Laurentino Sobrinho
São Paulo - São Paulo - Brasil, 65 anos
221 textos (15873 leituras)
1 e-livros (40 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/12/14 18:52)
Antonio Laurentino Sobrinho

Site do Escritor



Rádio Poética