Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PROFESSOR - Replicando a mestra Norma Aparecida Silveira Moraes

                 PROFESSOR

Quando acompanhava minha mãe de criação à escola, me sentia
um privilegiado, porque mais de uma vez, no primeiro dia de aula,
ouvi a diretora se dirigindo à classe para desejar um bom ano letivo
e fazer as recomendações de praxe que terminavam quase sempre
 alertando as crianças que seriam tratadas como filhos, que a escola
era um segundo lar e a professora uma segunda mãe.
Eu tinha uma mãe de verdade, e era criado por uma professora,
desta forma tinha duas mães. Até o final da década de setenta,
ser professor no Brasil, era sinônimo de dedicação e até de status
social.
Em 1975, certo dia, fui a uma agência de um banco de uma cidade
do interior de Rondônia e havia um senhor fazendo o cadastro para
obter um empréstimo e quando o gerente lhe perguntou qual sua profissão, ele respondeu com a maior naturalidade:
marido de professora.
Eu achei a cena engraçada, mas por preconceito, pelo fato do
elemento ser sustentado pela esposa.
Durante a década de oitenta e os primeiros anos de noventa, os
 professores perderam o incentivo para continuarem sua missão,
mesmo nas escolas particulares com algumas exceções, faltam-lhes
estrutura de vida e trabalho, tornando-os vítimas da própria vocação.
Por tudo isso, o mestre que foi no passado um segundo pai ou uma
 segunda mãe, é hoje, mais um profissional desamparado a quem
entregamos nossos filhos para a complexa missão de educa-los.

(texto extraído do livro POETA CRÔNICA E VERSOS de Jacó Filho)

                 Réplica ao texto:
     PROFESSOR NÃO É ROBÔ... (T6142126)
       De: Norma Aparecida Silveira Moraes

........................................................................................

 Obrigado mestre Jair Lopes:

  Soneto -Acróstico
DIA DO PROFESSOR

Das profissões esta é a mais nobre
Início da primeira real noção
Assim, que o aluno na aula descobre
Dalguma dúvida a explicação.

O professor nos mostra, descobre
Põe sabedoria em cada questão
Repete, explica e nada encobre
Obtendo assim toda nossa atenção.

  Feliz dia! Ó mestre desprezado!
  Este Patropi nem lhe dá valor
  Suor e desprestígio é seu legado.

Seja, por sequência, lá onde for
O meu mais sincero muito obrigado
Reconheço: do saber és portador.


                    Para o texto:
PROFESSOR - Replicando a mestra
Norma Aparecida Silveira Moraes (T6143882)
Jacó Filho
Enviado por Jacó Filho em 16/10/2017
Reeditado em 18/10/2017
Código do texto: T6143882
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jacó Filho
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
3459 textos (292649 leituras)
1 e-livros (294 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/11/17 23:30)
Jacó Filho