Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lisete - A menina no espelho da velha

Tenho um par de olhos e um de ouvidos
Um olho e um ouvido
já viram e ouviram mais que o suportável
Agora, só contemplam e ouvem ecos
Os outros dois nasceram noutro dia
Estão sempre novinhos em folha
O olho busca atrás de todo horizonte
O ouvido, atento, busca o inaudível
No meio disso tudo
Um cérebro e um coração
Ora, correm para acudir um lado
Ora, vão socorrer o outro
Em ambos lado vêem justeza
Pois dos dois saltam razões
E ficam confusamente correndo
A qual dar mais atenções?
Nesse imbróglio de nascença
Vem a menina
Vem a velha
E quando ambas se contemplam
A menina no espelho da velha
Apura-se enquanto é tempo
Já a velha, bem, a velha
no espelho da menina se olha
E vê a outra como à uma filha
Entende todos seus delírios
seus sonhos e arremessos
Com um sorriso pequeno
Pisca um olho complacente
-Isso tudo já conheço...

Lisete (Lis)
Sônia C Prazeres
Enviado por Sônia C Prazeres em 27/08/2007
Código do texto: T626367

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Sônia C. Prazeres www.soniaprazeres.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sônia C Prazeres
Santos - São Paulo - Brasil, 60 anos
178 textos (8572 leituras)
15 áudios (1757 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 23:15)
Sônia C Prazeres