Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

REVERÊNCIAS À MILLA

Quando um poeta se vai
encher as nuvens de versos,
fica nos olhos a beleza
e no coração, com a saudade,
ficam as palavras guardadas,
mudas de tanta tristeza.
Mas fica no chão a semente,
do amor, da arte, do sonho.
Ficam conosco os poemas.
E mesmo que a pena emudeça
nunca o poeta se cala,
nunca se vai sua voz,
pois que seus versos ficam
na alma de todos nós.
Saramar
Enviado por Saramar em 30/08/2007
Código do texto: T630179
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Saramar
Goiânia - Goiás - Brasil
89 textos (7999 leituras)
1 áudios (526 audições)
2 e-livros (352 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 19:37)
Saramar