Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MINHA BONECA

Lembrei hoje da minha boneca
Terezinha. Por que Terezinha?
São coisas de criança moleca
- nana nenê, pequena filhinha!

Era de louça, lhe dava colo
penteava suas longas tranças,
tantas horas a vestir, desvestir...
Um pedaço da minha infância.

Azul profundo no olhar bonito
muitos laços no vestido rosa
tinha um chorinho de manhosa
sempre pronta pro agito.

Parecia moça, da boca carmim
Meia fina, sapato de cetim
Queria eu ser uma bonequinha....

Me entendia só com o olhar
ouvia meus choros e sonhos
tinha um silêncio risonho
aninhada no meu embalar.

Onde está Terezinha?
Perdida num canto da memória,
pedacinho da minha história,
quando eu era menininha.

Soninha Porto
Soninha Porto Poemas
Enviado por Soninha Porto Poemas em 12/10/2007
Reeditado em 19/08/2008
Código do texto: T691308

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Direitos reservados à autora Soninha Ferraresi Porto®). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Soninha Porto Poemas
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
293 textos (16645 leituras)
1 áudios (61 audições)
18 e-livros (1752 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 01:31)
Soninha Porto Poemas