Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SENHORA GIRASSOL

                                                                                  JANJÃO
Radiante estavas, naquele dia, pronta
Para a viagem rumo ao infinito.
Radiante estavas, todos os dias
Desde seu nascimento, que como a flor
Nasceste de uma semente.
 

Guerreira e resistente, como a flor
Firme como se tivesse a terra fincado pé.
Não temia barreiras, e a elas vencia,
Radiante e solidária.

Há pensamentos solidários tomam
Conta, dos minutos e das horas.
Eram práticos, decididos, sem nenhuma
Pesquisa acadêmica, só espírito generoso.

Juízo não fazia, do outrem
A DEUS pertence a sentença.
Como sua origem nominal Hebréia,seu Juiz
È o magnífico, Senhor de todas as coisas.

Alegria, alegria, como no titulo
De um certo compositor Baiano,
Seu lema, elixir de vida,
Condição de subsistência.

Das origens African, transborda,
Luz do final de túnel.
Motivo para reerguer, os decaídos
E desesperados desta terra.

Danuwa, a se todos soubesse
E tu também o significado, deste
Titulo vindo dos ancestrais,
Todos e tu entenderiam, porque
És como um Girassol.

Radiantes, estavas naquele dia,
De uma Primavera, ainda não
Tinha se apresentado, mas
Que não demoraria a aparecer.

Como a estação do Sol,
Sua luz irradiou corações,
Que na saudade, lembrarão,
Do Girassol da Amizade.

(HOMENAGEM Á MINHA AMIGA DANUZA, SENHORA GIRASSOL)


dialetico
Enviado por dialetico em 15/10/2007
Código do texto: T695255
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
dialetico
Limeira - São Paulo - Brasil, 55 anos
179 textos (9940 leituras)
8 áudios (326 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 13:48)
dialetico