Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FIGUEIRA



QUE RAÍZES BELAS

QUANTA ALTIVEZ

QUANTAS TRAQUINAGENS FIZEMOS JUNTAS

E VOCÊ AÍ

CENTENÁRIA

BELA

FORMOSA

HOJE MINHA FILHOTA MOLHOU TUAS RAÍZES

FALOU BAIXINHO , SÓ PRA MIM:

-ACHO QUE HÁ MUITO TEMPO ELA NÃO RECEBE UMA ÁGUA...

LEMBREI-ME DOS DIAS QUE AS CORRENTES NÃO INIBIAM AS CRIANÇAS DE TE TOCAR

DE TE ABRAÇAR

FIGUEIRA QUERIDA,

QUALQUER DIA DESTES

 LEVO OUTRA GERAÇÃO DE DESCENDENTES ATÉ AÍ

SÓ PRA TE VER

OU

QUEM  SABE

TAMBÉM TE MOLHAM AS RAÍZES

Patricia Justino
Enviado por Patricia Justino em 20/10/2007
Código do texto: T702885
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Patrícia Justino-Patipetista). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Patricia Justino
Santo André - São Paulo - Brasil, 45 anos
329 textos (34310 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 07:31)
Patricia Justino