Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

El los ojos

"O amor nos tempos de cólera"
- como diria Gabriel Garcia Márquez -.

Saudade íntima
transcorre no peito
em brasas acesas.

O amor
único tormento.

Nos percalços da vida,
nos passos contrariados

a ira da paixão
consome e devora.

O amor
quase não disfarçado
de sonhos desenhados.

O coração pulsante
como acordes
de guitarra espanhola.

padece amargo
das farsas do destino

O amor
feito de delícias
e de dores.

De tormentos
e de planos.

Emudece
quando o castigo dos deuses

se apossa
de duas pobres almas.

E renasce
quando o sol desperta
atrás das cortinas no horizonte.

E descortina.

Cessa o veneno das urticáceas
que matam
o doce encanto.

Como Deus ou o Diabo.
O amor:
desvanece

tece,
rasga o âmago.

Afaga uma rosa indecisa,
de grande júbilo
de querer bem.

Na luz e nas sombras divagantes.

Y el los ojos
las estrellas y libertad!

Y el su alma
el cielo floresce
sin par!

con el amor,
soledad
y nostalgia de la vida.


Para Gabriel Garcia Márquez.


Verônica Partinski
Enviado por Verônica Partinski em 04/11/2007
Reeditado em 30/11/2007
Código do texto: T723192

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Verônica Partinski
São Paulo - São Paulo - Brasil
361 textos (12828 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 14:44)
Verônica Partinski