Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

À minha amiga-irmã

 Sabe estes dias em que as horas dizem quase nada? Nestes dias, justamente, como que por coincidêcia, você aparece em minha frente pra me mostrar que eu tenho tudo. E vejo que deste tudo você faz grande parte. E nos dias em que acordo na certeza de que tenho tudo você está sempre presente, pra confirmar minha certeza. Já que o todo sem a parte não é todo eu sem você não sou nada. Amo você, minha irmã e mais que irmã, minha amiga. Estou sempre aqui, quando precisar, e quando não também, pode sempre olhar pra cá e ver, eu tenho alguém que está sempre comigo.
Fábio Melo
Enviado por Fábio Melo em 24/11/2007
Reeditado em 24/11/2007
Código do texto: T750685

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fábio Melo
Recife - Pernambuco - Brasil, 34 anos
448 textos (43062 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 14:57)
Fábio Melo