Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

JUMÊNCIO

Jumêncio era um homem extremamente estúpido !
Era burro mesmo...uma anta.
Um animal idiota...um cretino miserável.
Era um ser energúmeno, um tremendo paspalho.
Não tinha educação, bom senso nem inteligência.
Era uma besta quadrada.
Seu Q.I. devia ser aproximadamente igual a 2.
Faltava-lhe lógica, razão, sensibilidade.
Era quase uma aberração.
Sem contar o fato de que sua simples presença causava asco, nojo e até mesmo vômito !
Era absurdamente feio e asqueroso !
Exalava ininterruptamente um mal cheiro odioso...putrefato.
Por entre seus poucos dentes podres escorria constantemente uma baba fétida.
Era muito pobre e andava sempre envolto em trapos sujos e fedorentos.
Era caolho, vesgo, fanhoso e manco.
Era barrigudo calvo e cheio de cravos e espinhos.
Tinha uma corcunda bastante pronunciada e viva expelindo gases.
Era órfão de pai e mãe e sempre morara no esgoto da cidade.
Mas...Jumêncio também era filho de Deus...
Ou do Diabo ?
Sigmar Montemor
Enviado por Sigmar Montemor em 07/02/2006
Código do texto: T108950
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sigmar Montemor
São Bernardo do Campo - São Paulo - Brasil, 52 anos
1762 textos (285463 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 21:18)
Sigmar Montemor