Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

caso de caserna-A GAITA


A GAITA
O espírito vivo do soldado se manifesta em todas as oportunidades, dentro e fora do quartel. Fardado ou não.
O I º/8º RI estava prestes a ser apresentado ao Comandante , quando o mestre da banda alertou o Subcomandante que o Corneteiro não chegara.
Prontamente , um Soldado próximo falou:
” Pode deixar comigo, meu Major”. Este ficou quieto, certamente porque sabia que ou o Soldado chamaria o Corneteiro ou alguém se apresentaria de pronto para tal. De qualquer forma , a formatura não ficaria sem Corneteiro.
Quando mandou tocar Sentido, começou a confusão, pois o Soldado não fora providenciar um substituto para o Corneteiro nem mesmo chamá-lo: fora buscar sua Gaita, uma velha acordeona  que tocava como poucos. Bastou subir meia dúzia de degraus do pátio de formatura , chegar ao seu armário na 1ª Cia e descer direto para a formatura do Batalhão.
E o nosso regimento teve sua formatura matinal, com rendição da parada e tudo mais,  executada a toques de acordeona, pois não dava mais tempo para desfazer a pronta intervenção do Soldado .

























FLAVIO MPINTO
Enviado por FLAVIO MPINTO em 26/02/2006
Código do texto: T116501

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
FLAVIO MPINTO
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 65 anos
530 textos (94135 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 00:10)
FLAVIO MPINTO