Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

E A GENTE AINDA LEVA A SÉRIO...

NOTA DO AUTOR: Tentem não rir. Nem chorar. Nem dormir. Após receber tantos textos em forma de corrente, desses que circulam pela internet como sendo "verídicos", resolvi utilizar um deles como ponto de partida (intitulado: “Achei melhor repassar” – Autor desconhecido), para criação desta nova “pérola textual”. Com que objetivo? Quem sabe conseguir conscientizar as pessoas a pararem de acreditar em correntes, pois as mesmas não passam de trotes por e-mail, ou simplesmente porque gostei do resultado final. Aos que seguirem adiante, uma boa leitura.

TITULO ORIGINAL: ACHEI MELHOR REPASSAR!
(Autor: DESCONHECIDO)

NOVO TITULO: E A GENTE AINDA LEVA A SÉRIO.
(Autor: Antonio Brás Constante)

A POLÍCIA PEDE PARA REPASSAR AO MÁXIMO DE PESSOAS VIVAS QUE SAIBAM LER.

Até onde vai a maldade do ser humano? (quem criou o texto deveria fazer esta pergunta para si mesmo).

O ÚLTIMO CASO OCORREU COM UM GAROTO DE 12 ANOS, NO RIO DE JANEIRO.

Ele estava voltando para casa, quando ouviu um bebê chorando dentro de uma construção (alguns relatos falam em gemidos de prazer de uma loira ninfomaníaca, só não conseguem explicar como sabiam previamente que a mulher era loira). O menino, ao entrar no local e se aproximar da criança, recebeu uma tijolada na cabeça. Ele cambaleou alguns passos e levou uma cadeirada nas costas. Ainda de pé, também ele foi atingido por um piano, um taco de golfe, duas garrafas de cerveja, e um tomate. Como o menino se mantinha em pé, a criança que até então estava chorando, lhe arremessou a mamadeira no meio da testa e ele enfim desmaiou.

Alguns meses depois, acordou com os olhos vendados e notou que estava no porta-malas de um fusca. Percebeu também a presença de três homens de pé ao seu lado, que iam dentro do porta-malas junto com ele. Depois, num galpão ainda vendado, observou que o lugar era enorme, paredes pintadas de verde, um quadro da avó de um dos seqüestradores na parede, algumas moedas dentro de uma gaveta e manchas de óleo no chão.  Foi posto um pano contendo uma substância química em seu nariz, boca, ouvidos, no peito e nas pernas. Como a substância não fez efeito, os malfeitores retiraram as próprias meias dele e fizeram com que as cheirasse para que desmaiasse novamente.

Os seqüestradores ligaram para a família do garoto, torturando-a com várias telemensagens de aniversário. Após fazerem isto, pediram uma certa quantia de resgate. A família se negou a pagar e dois dias depois recebeu uma caixa. Abriu e ficou horrorizada, pois ela continha as meias fedorentas do menino, com um bilhete onde ameaçavam mandar para eles os tênis do garoto caso não pagassem o que era exigido.

Quando a quantia foi paga, os seqüestradores jogaram o menino amarrado do alto de uma ponte com mais de 200 metros de altura. Fizeram isso durante um engarrafamento ao meio-dia, aproveitando-se da nuvem de fumaça dos carros para encobrir os seus atos. Para sorte do garoto, ele caiu em frente à casa de sua família, juntamente com uma aeronave da TAM. Tudo indica que eles já perseguiam a criança há mais de 15 anos.

A família encontrou uma estranha cicatriz em forma de coração na barriga do menino e o levaram até um hospital do SUS, para que os médicos o examinassem. Após três dias de espera em uma fila, desistiram e procuraram um hospital particular.

Para surpresa de todos, foram encontrados dentro da barriga do garoto um aparelho de DVD e uma televisão de 20 polegadas, que estavam ligados por uma extensão elétrica a um par de baterias grandes, alojadas atrás de seus rins. Ao ligarem o DVD, um seqüestrador misterioso apareceu na tela e disse a seguinte frase: "O dinheiro pode salvar a vida de seu filho, mas não poderá poupá-lo da morte... HAHAHAHAHAH” (risada sarcástica do seqüestrador misterioso).

Depois de alguns exames, descobriram que o garoto estava Infectado com várias doenças, tais como: Tuberculose, Mal de Chagas, urucubaca, HIV positivo e negativo, uma doença rara dos Andes, diarréia e o que é pior: estava grávido de três meses.

O garoto lembra de ter levado picadas pelo corpo. Inicialmente pensou que se tratava de uma sessão de acupuntura, mas ficou aterrorizado quando percebeu que eram seringas contaminadas. Fato que ele comprovou ao ler (ainda de olhos vendados), a seguinte inscrição em uma das seringas: “Material contaminado, usar somente em pessoas seqüestradas. ATENÇÃO: Validade dezembro de 2002. Não utilizar o material após esta data, pois pode causar náuseas, tonturas e vômitos. Aprovado pelo ministério da saúde”.

Somente em um vilarejo de São Paulo foram detectados aproximadamente 3.120.473.158 casos iguais a este, deixando os moradores do local em pânico e os vendedores de televisão, DVD e baterias comemorando as boas vendas. A polícia já está avisando a população, batendo de porta em porta e relatando o ocorrido. A imprensa se nega a colaborar, pois os seqüestradores não são artistas famosos, e os demais meios de comunicação esperam verba federal para divulgar a notícia.
 
ATENÇÃO: Para sua segurança não passe em frente de construções. Não passe em frente a caçambas de lixo. Não passe em frente a prédios velhos ou lixeiras em geral. Não passe e-mails como este. Não passe de ano colando. Não passe cheques sem fundos. Não passe roupas molhadas com ferro quente e principalmente: não passe uma cantada em esposas casadas com homens grandes, tatuados e ciumentos.
 
A maioria dos relatos conta que tal fato acontece normalmente com crianças de 20 a 40 anos. Casos como este estão ocorrendo pelo Brasil inteiro, em sua maioria em bairros nobres e luxuosos, onde existe maior concentração de pessoas pouco esclarecidas e fáceis de enganar, bem como prédios velhos e caçambas de lixo jogadas pelas ruas.

A polícia pede a todos que fiquem atentos, principalmente em ruas escuras, pois sabe que nestes locais as pessoas geralmente se distraem. Episódios como este ocorrem toda semana, com crianças, jovens, adultos, defuntos, cachorros, pedras e até com algumas espécies de arbustos tropicais. Provavelmente deve estar ocorrendo algo assim com seu colega de serviço neste exato momento.

Alguns especialistas acreditam que o tal bebê chorão possa ser filho dos seqüestradores, ou mesmo o vocalista da banda Charles Brown JR.

ISSO NÃO É BRINCADEIRA! O aviso é sério e devemos ficar em estado de alerta. Passe esta mensagem adiante para todas as pessoas com quem você se importa, tais como: a sua sogra, seu cunhado, o namorado cabeludo e tatuado de sua filha, seu chefe e aquele mala do seu vizinho. Quanto mais se espalhar, mas chances nós teremos de ver este texto espalhado.
 
Ass: Olegar Ment Iroso. ABOA/SP 171.069.024.011-171
Fone: (17) 171.171.171
 
"Ninguém cometeu maior erro do que aquele que errou ao fazer tudo errado"
(Antonio Brás Constante)

OPINIÃO DE QUEM LEU: Ufaaa! Até que enfim acabou...


NOVA NOTA DO AUTOR: Produzi um filme no Youtube (escrito, dirigido e encenado por este eterno aprendiz de escritor), se quiser assistir ao filme e quem sabe dar boas risadas, basta acessar o Youtube e procurar por: “3D – Hoje é seu aniversário” (o filme foi feito em padrão 3D). Quem quiser também pode me pedir uma cópia em PDF do meu livro: “Hoje é seu aniversário – PREPARE-SE”, o livro impresso está disponível pela editora AGE (www.editoraage.com.br), ou se quiser fazer parte de minha lista de leitores, para receber semanalmente meus textos, basta enviar um e-mail para: abrasc@terra.com.br.
 
Site: www.recantodasletras.com.br/autores/abrasc
 
ULTIMA DICA: Divulgue este texto aos seus amigos (vale tudo, o blog da titia, o Orkut do cunhado, o MSN do vizinho, o importante é espalhar cada texto como sementes ao vento). Mas, caso não goste, tenha o prazer de divulgá-lo aos seus inimigos (entenda-se como inimigo, todo e qualquer desafeto ou chato que por ventura faça parte de um pedaço de sua vida ou tente fazer sua vida em pedaços).


Antonio Brás Constante
Enviado por Antonio Brás Constante em 13/04/2006
Reeditado em 21/03/2011
Código do texto: T138792

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antonio Brás Constante
Canoas - Rio Grande do Sul - Brasil, 100 anos
399 textos (85252 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 22:21)
Antonio Brás Constante