Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VOCÊ ME ENTENDE?

Seu menino por mal lhe pergunta... Ocê me entende? Morróia o bichim ficou com a cara de abestaiado não deu um pio como resposta... Passou a dar gaitada e achar graça com intenção de me arremedar... Mas, com essa pinta de baitinga baqueado mais fraco que caldo de bila desses bem fuleiro puxado pra leguelhé... Né que o disleriado passou a fazer mangofa e maimota das minhas lorotas. Chamei logo ele pus pau só que o cabra ficou tão avexado prá capar-o-gato e dá-no-pé, para não ser abufelado... Com os zoin cheio de remela e entramelados, ôiou pra eu e falou: - Caba véi ocê me deixou zuruó com esse seu lereado cearês... Fiquei de perna zambeta de tanto andar de bodega em bodega tomando uns birinaites com tira gosto de buchada. Encangado a uma quenga cú-doce, espilicute e toda emperiquitada... Na andança, passamos no “Bar Chá da Égua” pre’la botar boneco depois de levar um cagaço da puliça. E fique sabendo seu Chiquimribeiro, não vou mais fazer fiapo daqui, pois tô amancebado com Fortaleza... Com sua licença vou bagulhar uma merenda de cai duro temperado com bife do oião puxado a uma abacatada.  
Chiquimribeiro
Enviado por Chiquimribeiro em 19/05/2006
Reeditado em 14/03/2015
Código do texto: T158756
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Chiquimribeiro
Fortaleza - Ceará - Brasil
507 textos (70686 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:34)
Chiquimribeiro