Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não vem que não tem...

No tempo da minha infância havia uma na minha cidade que todos diziam andar como a namorada do Itamar.

Quando a molecada assanhada a via contra o sol, com seu vestido quase transparente, ficavam olhando fixamente em direção ao triângulo da bermudas tentando vislumbrar a tentação. Ela percebia, ficava furiosa e retrucava:

"- Tá olhando o quê? Não vem que não tem..."

Porém, quando o menino já estava fora do alcance ela dizia baixinho:

"- Mas se vir, tem!..."
Lourenço Oliveira
Enviado por Lourenço Oliveira em 15/06/2006
Reeditado em 07/07/2006
Código do texto: T175881
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lourenço Oliveira
Salesópolis - São Paulo - Brasil
1277 textos (109624 leituras)
23 e-livros (1394 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 11:33)
Lourenço Oliveira