Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ELA NÃO PODE VER HOMEM...

Adoro ir a Praça Principal no centro histórico dos Cafundós. Naquele largo acontece de tudo. Tem palhaços, malabaristas, camelôs, engraxates, descuidistas, vadias, travestis mágicos e poetas. Muitas e muitas figuras engraçadas, extravagantes e cheias de esquisitices transitam naquele espaço. Sentei-me numa cadeira dum engraxate enquanto ele polia meus sapatos, a gente conversava. Foi ai que o cara olhou pra mim e com um tom de graça proferiu: - Meu camarada, não te conto... Tenho uma irmã, mas, né que a danada não pode ver homem... Aquele comentário me chamou atenção. Então, o inquiri. – Mas porque ela não pode homem, meu rapaz? -Ah! O senhor não sabe?  A minha irmã é cega doutor! Porra meu, que vexame! Bem qu’eu poderia dormir sem aquela resposta.
Chiquimribeiro
Enviado por Chiquimribeiro em 05/07/2006
Reeditado em 14/03/2015
Código do texto: T187820
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Chiquimribeiro
Fortaleza - Ceará - Brasil
507 textos (70684 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:03)
Chiquimribeiro