Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Acontecências

* O mundo é dirigido pelo sexo e protagonizado pelos anexos.

* Ninguem é livre neste mundo. Todo mundo está preso a alguma coisa grandiosa.Eu, por exemplo, estou preso aos bancos.

* Quem está muito perto é o que menos vê.

* Se não houvesse viciados não haveriam traficantes. Logo, fuzilem os viciados e deixem os traficantes em paz.

* Aquele homem era tão rico, mais tão rico que não tinha aonde colocar mais dinheiro. O povo passou a chamá-lo de UNIBANCO - até parece um banco.

* Ainda de banco. Cada um trabalha de uma maneira. Quer dizer cada um rouba de uma maneira. Em todos os bancos existe, um cartaz com mais ou menos 1 metro e dois de comprimento, bem colado nas pilastras, onde descreve as taxas que são cobradas dos clientes. O último que tentou ler, ficou em pé  umas quatro horas, revendo o quadro. Mas acabou preso. Na última linha estava escrito: é proibido, sob pena de prisão, tentar ler este aviso até o fim. Ainda teve que pagar, na polícia, uma taxa de leitura, cobrada por todos os bancos.

* O pobre lavrador acordou bem cedinho e abriu a porta de seu casebre e viu sua plantação toda destruída. Um outro que passava ainda falou: - Isso é pra você aprender. Mas o que que eu fiz ?-  perguntou. E o outro respondeu: Quem mandou plantar Pé de Parreira !

* E Lula morreu e foi para o céu. Chegando lá todo esbaforido e bafejando 51 envelhecido, foi logo dizendo: meu querido Senhor, eu não fiz nada, não vi nada, não participei de nada nem me lembro se sou casado ou não. E o Senhor replicou: - como castigo você vai voltar à Terra em forma de gente, de ser humano, de povo, pra aprender a se lembrar e a sofrer.

* Testemunha ocular é o produto mais em falta nos dias de hoje.

* E o cara conversando com outro: - Sou pobre, moro num apartamento esmirrado, ando de trem, depois pego um ônibus, trabalho 12 horas por dia, voto em Lula - o presidente eterno do Brasil -, como num bar da esquina, e moro numa cidade que tem tudo e é uma das mais civilizadas do mundo. Minha roupa está chamuscada porque puseram fogo no meu ônibus e não estou ouvindo bem por causa dos tiros da bazuca. Eu me orgulho desta cidade, São Paulo ! Ah! São Paulo !

José Kappel
Enviado por José Kappel em 14/07/2006
Código do texto: T193663
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26782 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 16:46)
José Kappel