Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MÁXIMAS DE HUMOR - III

A pressa é inimiga da refeição.

Passatempo de prisioneiro é cálculo sentencial.

Quando pobre consegue um lugar ao sol dá eclipse.

Nove entre dez pessoas detestam as estatísticas.

Às vezes o cão que ladra está avisando que morde.

Olhai os lírios do campo. Antes que plantem um “shopping center” no lugar.

O enterro foi transmitido ao vivo.

O pior cego é aquele que não tem tato.

Se você enxergar uma torre inclinada e não estiver em Pisa, pode sair de baixo que ela está caindo mesmo!

Pior que procurar uma agulha num palheiro é procurar  palha num agulheiro.

Para assistir melhor à televisão, desligava o marido.

(José de Castro, in “Quem brinca em serviço”, Natal:RN, Edições Sebo Vermelho, 2003)
José de Castro
Enviado por José de Castro em 21/07/2006
Código do texto: T198652

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José de Castro
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil
2254 textos (673395 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 07:58)
José de Castro