Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desajeitado cordel

"Do pó eu vim
Ao pó voltarei"
Pra vida eu digo sim
Mas sempre obedeço a "lei"
Podem perguntar pra mim
Mas a maioria sabe do que falei

Agora vou parar de falar de mim
Pra deixar mais pra outra vez
E ver se explico enfim
Do que se trata essa "lei"

Então vou chegando ao fim
Pois também já me cansei
Até porque comecei essa prosa sem cabimento
Pra poder rimar com o pensamento
Que eu por primeiro lembrei

Mas eu quero parar e não consigo
E isso já parece até castigo
Porque sempre consigo rimar mais
Mas agora está decidido
Pois já está tudo sem sentido
E ainda ridículo demais
Então agora digo adeus
Mesmo não rimando mais.


01.08.06
GeGe
Enviado por GeGe em 04/08/2006
Reeditado em 29/07/2008
Código do texto: T208918
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
GeGe
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 28 anos
154 textos (11287 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 07:54)
GeGe