Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SANTA SABEDORIA

- Eu vejo...Dor...Muita dor...Eu vejo...Meu Deus! Quanto sofrimento...Não, não pode ser...
- O que mais o senhor vê?
- Eu vejo uma guerra.
- Oh! – todos
- Uma guerra estúpida, movida somente pela ganância, pela inveja. Uma guerra pelo poder, somente pelo poder.
- Oh!
- O que mais?
- É horrível...Deus! Tenha piedade destas pobres criaturas.
- Mestre!?
- Vejo uma fila enorme em um hospital.
- Oh!
- Pobres pessoas...São pessoas sofridas, precisam de ajuda, muita ajuda. Algumas passam mal...Outras morrem por falta de atendimento...Tudo é muito lento, faltam funcionários...Remédios...Médicos...É um completo caos...
- Oh!
- Oh!
- Oh!
- Ouço tiros, muitos tiros...Desespero, gritos...Há uma correria muito grande...Choro...Uma pessoa está morta, assassinada. A família chora. Ele era uma pessoa muito boa, até se envolver com as drogas...É meus amigos cuidado com as drogas...Ele era um estudante, muito bom, um ótimo aluno, bom filho, mas as drogas o modificou para sempre. Roubou sua família, maltratou seu pai, ameaçou sua mãe que tanto amava. Agora está caído na calçada, morto...Morto pelo próprio pai...
- Oh! Meu Deus!Mestre o que está acontecendo?
- O quê?
- O quê?
- O quê?
- Nada. A imagem é muito forte...As pessoas estão passando fome.
- Não acredito?
- Pode acreditar, meu rapaz...Muitas pessoas não têm o que comer, crianças, velhos, mulheres todos sofrem desse mal.Falta de comida, causada por falta de emprego.
- Isso é cruel.Não ter o que comer deve ser horrível.
- É terrível chegar à hora das refeições é não ter o que comer.Eles choram, as crianças choram pela dor da fome, os pais choram por não poderem dar o que comer para os filhos...O pai pensa em roubar, a mãe em se prostituir, não têm trabalho...É só isso que eles querem, um trabalho para poderem sustentar seus filhos, mas até isso lhes é tirado.
- Oh!
- Senhor!Mestre!O que mais o senhor consegue ver?
- Muitas coisas, meu filho.Mas infelizmente nada animadoras...A polícia perdeu o controle de tudo...A lei do mais forte impera...Os bandidos tomam conta de tudo...O numero de seqüestros aumentam, os roubos aumentam, o tráfico toma conta dos morros.A maioria das pessoas está vivendo em função desses trabalhos ilícitos, não conseguem trabalhar honestamente.A população está revoltada, acuada.Quem não trabalha para os bandidos e não estão empregados passam por dificuldades, fome mesmo.O governo não tem mais controle, as coisas chegaram em um ponto que o estado não consegue mais fazer nada, aliás, não sabe o que fazer.A corrupção é tão grande, que os investimentos não chegam as secretarias, quando chega, o dinheiro é insuficiente.Programas assistenciais estão parados, as polícias estão paradas, muitos policiais são acusados de corrupção, mas continuam na ativa, pois, o estado não consegue contratar novos funcionários, por falta de verbas.
- Mestre, isso é um caos.Como foi acontecer isso?Nós não podemos deixar...
- Políticos se enriquecem, ás custas das verbas públicas.Não têm dó nem piedade do povo que os elegeram.Roubam descaradamente...Nesse lugar, amigos, os ricos ficam mais ricos e os pobres ficam cada dia mais pobres.Sem perspectiva de uma vida melhor muitos se matam...
- Senhor, o que podemos fazer para que isso não ocorra?Como poderemos evitar esse colapso, esse caos?
- Como?
- Como?
- Vocês não podem evitar, não há nada há fazer.Está escrito.
- Oh!-todos
- O que será da nossa família, de nossos filhos?
- O que será?
- Por favor, eu preciso descansar.
- Ah!- todos
- Um bom descanso para todos e até mais.
- Gente vocês ouviram o quê o mestre disse, nosso mundo vai se tornar um caos, esse mundo que conhecemos hoje não vai mais existir para os nossos filhos.Estou muito preocupado.
- Nós também estamos, mas o mestre disse que já está escrito e nada podemos fazer.
- Vou perguntar a ele como ele sabe que não podemos fazer nada para mudar isso.
- Você é louco?
- É mesmo, você pirou de vez?
- Ele sabe de tudo, se ele disse que está escrito e não podemos fazer nada, é porque ele sabe muito  bem o que diz.
- Mas mesmo assim eu vou perguntar.Mestre o senhor nos descreveu hoje um mundo muito perverso, onde a ganância o transformou num verdadeiro inferno.
- É verdade.
- Como o senhor sabe que não podemos mais fazer nada?
- Porque está escrito?
- Onde?
- Nas páginas dos jornais, vocês não lêem não.Olhem aqui...Ih! Acho que ferrei tudo...

                                                                                                               
Marc Souz
Enviado por Marc Souz em 28/08/2006
Reeditado em 28/08/2006
Código do texto: T226943
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marc Souz
Birigui - São Paulo - Brasil
195 textos (31912 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 18:38)
Marc Souz