Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Freirinha do Ônibus


O cara, de cabelo comprido, está no ônibus, sentado, quando entra no coletivo uma freirinha excepcionalmente gostosa. Ela escolhe sentar justamente do lado do sujeito.

Depois de passar toda a viagem olhando a freira de cima a baixo, o homem não se controla e, com toda a cara-de-pau do mundo, convida a religiosa para uma noite de sexo.

Assustada, a freirinha recusa veementemente o convite e desce no ponto seguinte.

O cobrador, que ouviu todo o diálogo, chama o cabeludo e diz:
— Eu sei como você pode transar com essa freira!

O passageiro, curioso, pergunta qual é a receita. E o cobrador responde:

— Toda quarta-feira à noite, ela vai ao cemitério rezar. Aproveite que você tem esse cabelo comprido, vista uma túnica e cubra um pouco o rosto. Vá até lá e diga que é Jesus Cristo. E, claro, ordene que ela transe com você.

No dia e hora marcados, lá estava o cabeludo no cemitério esperando a freira. Assim que ela chega, ele salta de trás de um túmulo e diz:

-Eu sou Jesus! Todas as suas preces serão atendidas, mas com uma condição: você terá que transar comigo!

A freira concorda, porém pede que eles façam sexo anal, pois ela deve manter o voto de castidade.

O falso Jesus concorda e eles passam mais de duas hora transando sobre a lápide.

Assim que termina, o cabeludo não resiste a sacanear, ainda mais, a freira. Tira a túnica do rosto e grita:

— Há, há, há! Eu sou o cara do ônibus!

A freira tira o véu e diz:
— Há, há, há! E eu sou o cobrador!

** Pérolas da Internet**
**Linguajar meio forte, mas é engraçada, rsrsrs**
Potira
Enviado por Potira em 19/10/2006
Código do texto: T268457
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Potira
Salvador - Bahia - Brasil, 30 anos
25 textos (2038 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 04:55)
Potira