Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FUNDO DE UMA ESQUINA

FUNDO DE UMA ESQUINA


De manhã ao despertar da seriema;
Papagaio no galho da jurema;
O ovo pulou fora da gema;
Sacristão discutiu com o vigário;
E trocaram socos no fundo de uma esquina;
Até os pássaros cantam na campina;
Festejando teu feliz aniversário!

Meus amigos, cá pra nós... Digam-me! Convençam-me! Como é que o ovo pode pular para fora da gema? Se gema fica no centro do ovo. Informem-me como e adonde uma esquina tem fundo, qu’eu quero conhecer este maldito cruzamento. Contudo, o vigário até pode trocar socos com o seu auxiliar por ocasião da partilha do dízimo, mas, isto seria na sacristia, jamais em via pública, neste tal fundo de uma esquina. Tenham santa paciência...

Inspirado em anedota popular “Autor Desconhecido”.
Chiquimribeiro
Enviado por Chiquimribeiro em 21/10/2006
Reeditado em 15/03/2015
Código do texto: T269880
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Chiquimribeiro
Fortaleza - Ceará - Brasil
507 textos (70663 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 16:12)
Chiquimribeiro