Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O CAUSO DA CÚIA

Cúia...para quem não sabe é um apetrecho feito de cabaça - um tipo de abóbora seca - que cortada ao meio dá duas cúias e era usado antigamente como utensílio doméstico nas roças como até hoje ainda existe e os músicos também envolvem a cabaça com bolinhas atreladas a vários fios de naylon fazendo um chocoalho...Existe também o cuité...uma cúia pequena que até hoje é usado para se beber uma pinga.
Bão... dois amigos fazendeiros, vizinhos, e com o mesmo problema... um tinha um filho meio abobado e o outro tinha uma filha meio abobada também...e os dois abobados davam muito certo, desde criança sempre brincavam juntos, era um amizade danada. E os dois filhos se tornaram jovens...
O pais de ambos um dia conversavam...
- Cumpadre... nossos fios já tão ficano adultos... e o mundo é cruel...vão abusar de sua filha e do meu filho por aí...
- Intão, cumpadre, vamos casá os dois... eles vão morar com nóis e nóis vamo tratá deles...
E assim foi feito para proteger os filhos do mundo, principalmente a moça.
No dia do casamento os convidados começaram a falar no ouvido do rapaz se ele sabia o que tinha que fazer com a mulher de noite... e o rapaz ficou incabulado.
-Paiê... tão falando qui eu tenho qui fazê umas coisa cum minha muié de noite... o qui qui é!!!
O pai, meio sem jeito, explicou, explicou, mas o rapaz não entendia espirito da coisa.
-Mais quantas veis qui eu tenho qui suxá nela meu mijadô pai.... quantas veis... pai!
-Bem... vamo fazê o siguinte... eu vou pegá uma cúia e pedaço de pau... e ficá do lado de fora perto da janela do seu quarto...eu bato na cúia e você cutuca sua muié... certo!!!
-Tá bão!
Fim de festa, os recém-casados no quarto e o batuque da cúia começou...uma pancada lá fora, uma cutucada na mulher... uma pancada lá fora uma cutucada na mulher...
O pai,então, começou a bater com mais rapidez na cúia tentando acelerar o processo...
- Paiêee....paiêee...paiêee ... - começou a gritar o filho de dentro do quarto.
- O qui é meu fio... o qui é!!!
- Ripica a cúia, pai... ripica a cúia, pai... ripica a cúia, pai...

Lucas Durand
Enviado por Lucas Durand em 03/11/2006
Reeditado em 01/05/2008
Código do texto: T281346

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lucas Durand
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
491 textos (377009 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 18:18)
Lucas Durand