Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PIADAS DE CASERNA 03 (CASOS REAIS)

As histórias aqui relatadas são VERÍDICAS (nem sempre), mas os nomes dos protagonistas serão FICTÍCIOS, preservando às pessoas que realmente viveram estas situações hilárias.


Com o advento do Tsunami na Ásia, a Agência Nacional de Controle de Abalos Sísmicos (ANCAS – não tenho a menor idéia se é essa a sigla), realizou uma reunião extraordinária, tendo como pauta principal, o monitoramento ininterrupto dos abalos sísmicos que assolam o solo brasileiro, independente das placas tectônicas da América do Sul serem muito antigas. Reunião terminada, iniciou-se a escala de serviço de 24 horas de monitoramento, na ANCAS.

Numa certa terça-feira de um dia qualquer, por volta das 21:00 horas, fora feita uma previsão catastrófica pelo funcionário de plantão na ANCAS, acionando o plano de contingência pré-estabelecido, convocando urgentemente todos os especialistas de sobreaviso. Rapidamente, cerca de uma hora depois, por volta das 22:00 horas, reuniram-se para as deliberações pertinentes. O agente de plantão que fez a descoberta repassou em primeira mão a notícia bombástica.

Que por volta das 10:00 horas da manhã do dia seguinte (uma quarta-feira qualquer), no Município de Curralinho (ele existe mesmo e fica no Pará, aliás, já pensou se alguém de Curralinho casasse com alguém de Ponta Grossa/PR. Bom, mas essa é uma outra história...). Como disse, por volta das 10:00 horas da manhã iria ocorrer um tremor de terra violentíssimo (terremoto mesmo) próximo da cidade. Decidiram então (22:45 h) ligar imediatamente para o poder público de Curralinho, a fim de avisar as autoridades, e estas saírem informando a população para evacuarem a cidade de imediato. Depois de inúmeras tentativas sem sucesso, voltaram a se reunir (são 23:00 h). Alguém se lembrou de algo (sei lá quem) e chamaram rapidamente um funcionário que estava de plantão na agência, num outro setor (Supervisor de detritos e poeiras – faxina mesmo) e que já havia morado em Curralinho e é conhecido carinhosamente como PUSTEMA, onde perguntaram a ele por que nenhuma autoridade atendia ao telefone em Curralinho.  Segue-se a conversação:

FUNCIONÁRIO: Por que ninguém atende ao telefone em Curralinho??
PUSTEMA: Olha doutô! Minha cidade é muito pequena, depois das 18:00 horas fecha tudo!
FUNCIONÁRIO: Nós ligamos para a Prefeitura, Fórum, até pra Delegacia de Polícia e ninguém atende. Não tem plantão lá???
PUSTEMA: Na delegacia depois das 19:00 h, quem assume o plantão é um bate-pau, conhecido pelo apelido de “TEMPO FEIO”. Aliás, nunca houve fuga no seu plantão (por que será, heim!!!!) e ele usa apenas um cacetete que os presos apelidaram de “DENGOSA”!!! (Detalhe: 10 cm de espessura e na ponta é redondo pro som dos “bolos” na mão soar melhor, além de encaixar direitinho e deixar a mão inteira vermelha. Fica uma belezura!!!)
FUNCIONÁRIO: E agora, vc poderia dar alguma sugestão? Pra quem devemos ligar agora???
PUSTEMA: Doutô, lá em Curralinho tem o Destacamento da briosa Polícia Militar. E tem comandante que mora no destacamento, o nome dele é SGT PORRONCA. Por ocaso eu tenho o número do fax aqui!!!

(FAX EM CURRALINHO??? Pois é, precisamos de um fax em Curralinho e o número de telefone no bolso de Pustema para a piada continuar...)

(Outra informação importante: SGT PORRONCA era semi-analfabeto, entrou na Polícia nos idos de 1970, numa época em que se admitia (eram obrigados) apenas com quarta série primária que ele fez mal e porcamente, sequer sabia ler e depois que entrou na briosa nunca mais se reciclou, sempre trabalhando “nos cafundó do judas”.)

Como o SGT PORRONCA morava no Destacamento, rapidamente redigiram um fax (são 23:50 h). Segue o teor na íntegra:

Agência Nacional de Controle de Abalos Sísmicos (ANCAS)
Exmo. Sr. Comandante da Polícia Militar de Curralinho

URGENTE!!!
AMANHÃ HAVERÁ UMA INTENSA MOVIMENTAÇÃO SÍSMICA NA ÁREA.
“RICHTER” SUPERIOR A 6,5.
ZONAS PERIFÉRICAS SERÃO ATINGIDAS CONSIDERAVELMENTE.
EPICENTRO A 2 QUIILÔMETROS DO CENTRO DA CIDADE.
TOMEM PROVIDÊNCIAS URGENTES!!!

PS: Favor informar impreterivelmente todas as medidas adotadas num prazo de 48 horas.

E assim repassaram o fax, que foi recebido pelo SGT PORRONCA na mesma hora, aliás (00:00 h - Demorou 10 minutos pra chegar porque Curralinho fica no cu do mundo!!!), já que estava no destacamento pitando um cigarrinho de palha (que, aliás, fedia pra burro e nenhum policial ficava no destacamento quando ele fumava).

Como não sabia ler chamou o SD HORÁCIO (Lembram dele? - Piadas 01 - pois é... tava lá em Curralinho louco pra servir o SGT) e pediu para que fizesse a leitura para ele, o que foi feito de imediato! (SGT PORRONCA não aceitava opinião de subordinados e nem admitia quem contestassem às suas ordens)

15 dias... (isso mesmo), 15 dias depois o SGT PORRONCA envia um fax para a Agência Nacional Controle de Abalos Sísmicos, com o seguinte teor e feliz da vida por ter cumprido a missão a contento, esperando inclusive uma medalha pelos seus feitos:

Comandante da Polícia Militar de Curralinho
Ao Diretor da Agência Nacional Controle de Abalos Sísmicos

SENHOR DIRETOR,
RECEBI O FAZ NA MESMA HORA E CUMPRI COM TODAS AS DETERMINAÇÕES
INFORMO-VOS QUE O MOVIMENTO SÍSMICO FOI TODO DESARTICULADO;
“RICHARD” TENTOU FUGIR E FOI ABATIDO A TIROS;
AS ZONAS FORAM TODAS FECHADAS E AS PUTAS TÃO TODAS PRESAS;
EPIFÂNIO, EPICENTRO E OUTROS TRÊS “CABRAS” JÁ ESTÃO NO XILINDRÔ.

PS: Desculpe não ter informado no prazo de 48 horas. É que houve um terremoto terrível aqui!!!!
AUTISTA
Enviado por AUTISTA em 14/09/2011
Reeditado em 22/09/2011
Código do texto: T3219808
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
AUTISTA
Belém - Pará - Brasil, 47 anos
245 textos (38047 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/09/17 03:23)
AUTISTA