Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Crente bicho-da seda

O bicho-da-seda  se origina da lagarta, que expele a seda pelas glândulas da boca e a usa para tecer casulos, dentro dos quais se torna uma crisálida. Os insetos são mortos com água quente antes da retirada da seda, a fim de que não haja o rompimento dos fios.

A seda brota das entranhas do bicho-da-seda, e as mentiras da imaginação dos mentirosos. Produzindo sua própria mortalha  com sua morte, o bicho-da-seda produzirá os trajes para outros. A mentira é semelhante à mortalha dos mentirosos fabricada por eles mesmos. Os mentirosos vestem as pessoas de que falam, ou melhor, põem-lhes disfarces, faltam com a verdade. A tesoura que corta o tecido que produz a vestimenta, é a língua afiada que recorta, retalha e repica o traje próprio de cada vítima, sem respeitar a verdade.

Juraci Rocha
Enviado por Juraci Rocha em 21/09/2005
Reeditado em 25/09/2005
Código do texto: T52600

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Juraci Rocha Silva). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Juraci Rocha
São Paulo - São Paulo - Brasil
342 textos (131989 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 04:07)
Juraci Rocha