Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Santa ignorância!

Estava eu de passagem por uma pequena cidade do interior, andando pelas ruas tranqüilas onde nem gato transitava, onde nada se ouvia, além do cantar dos passarinhos e do farfalhar das folhas das árvores.
Não pretendia me demorar naquele lugar, era apenas o tempo suficiente para reabastecer o carro e descansar o esqueleto dolorido -nem tanto pela idade, mas sim pelas horas na direção do carro pelas estradas esburacadas das Minas Gerais. (Posso criticar, porque afinal sou mineiro, uai!)
Enfim, assim caminhando distraído, me peguei lendo placas e letreiros dos estabelecimentos comerciais. Era um verdadeiro festival de erros ortográficos, dignos de aparecerem naquelas famosas listas de pérolas do vestibular!
"Quanta ignorância!", pensava eu. "Esse povo nem sabe escrever direito!"
Eis que, surpreendido, encontro a alfaiataria "AGUIA DE OURO". Entro e cumprimento o dono, velhinho de barbas brancas e lustrosa careca.
Sutilmente faço o comentário sobre o nome de sua loja, parabenizando-o pela correção: águia, ave tão imponente, de vôo tão majestoso. Isso certamente traria prosperidade ao dono. (Só então percebo a antigüidade dos móveis, das máquinas e até dos modelos em confecção nos manequins. Mas já tinha falado. Pedia a Deus que não tivesse soado como ironia!)
"Ói, eu gradeçu muim, maisi num é águia de ôro, é agúia de ôro, moçu!" -explicou o bom velhinho.
Contendo o riso, só me restou voltar ao carro e seguir viagem.
(O quê? O leitor está pensando que já ouviu este "causo" antes? Pode ser... Mas casos semelhantes acontecem diariamente por essas bandas. Aconteceu comigo. Eu juro!)
StelaStela
Enviado por StelaStela em 06/09/2007
Código do texto: T640589
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
StelaStela
Santa Rita do Sapucaí - Minas Gerais - Brasil, 67 anos
31 textos (2854 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 05:56)