Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

RICAÇO CARIDOSO

Conheci muita gente mão-de-vaca, pão duro, avarenta e mesquinha. Hoje tomei conhecimento de uma pessoa generosa, mão aberta do tipo que fica sem o dicumê para doar seu prato a um faminto. Eita sujeitinho caridoso! Zequinha da tia Tonha mudou-se para São Paulo e lá subiu na vida. Comprou casa, comprou carro e todo final de semana ele passa na baixada santista. Padim Paulo, meu tio e também padim e tio do ricaço, em meio a aperto financeiro, pediu-lhe socorro através de carta. Foi tiro e queda, o bichão não contou pipoca, atendeu em cima da bucha. Zequinha, antes mesmo de fazer a filantropia, meteu-se num terno escuro, sacou uma nota de cem reais da carteira colocando no bolso interno no paletó e rumou a Praça da Sé. Postou-se em frente ao primeiro lambe e lambe para ser fotografado. De posse do postal, subscreveu no verso: - Querido tio e padim Paulo, para que não esqueça minha imagem, encaminho-lhe esta linda foto e, quanto à ajuda prometida, segue no bolso do paletó.
Chiquimribeiro
Enviado por Chiquimribeiro em 26/09/2007
Reeditado em 17/03/2015
Código do texto: T669659
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Chiquimribeiro
Fortaleza - Ceará - Brasil
534 textos (76320 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 19:54)
Chiquimribeiro