Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Jeitinho Brasileiro

Opa minha gente,
Povo bom, belo e bonito,
Cada um com seu ritmo,
Baiano é meio devagar, devagarzinho,
Mas no axé é rapidinho rapá!

Lembra Mineirinho que come quetinho,
Só na dele bem modesto,
Paraíba mulher macho de gente bonita,
Pele morena e olhos castanhos,
Carioca cheio das malícias,

No moro só gente que se ajuda,
De um jeito ou de outro,
Ceará cabeça chata, mas de chato não tem é nada,
Logo se ouve uma risada quando um aparece,
E o gaúcho macho... Pode ser!

Agüentar o que agüentam né pra qualquer um não,
Bem! Sobra mais galegas bonitas pra nóis hehe...
Mas gente bonita do sul tem muita mesmo,
Pra tudo que é gosto,
Mas nem todo gosto realmente se discute,

Cultura da Amazônia, boi bumbá,
Lindo, floresta, gente pelada...
Paulistas, corre pra cá pra lá, vai, volta,
Trânsito, grande cidade lá tem de tudo,
No Tietê então até água potável pode encontrar,

Engarrafada, mas encontra,
Brasilienses frios, bonitos, inteligentes,
Organizados, começando pela cidade,
O único problema são os vizinhos do planalto,
Só fazem sacanagem...
Léo Azevedo
Enviado por Léo Azevedo em 11/10/2007
Código do texto: T689727

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar o nome do autor e link da obra). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Léo Azevedo
Maceió - Alagoas - Brasil, 36 anos
47 textos (1846 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 21:33)
Léo Azevedo