Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

          Certo dia acordei me sentindo meio pesada, indisposta, O b me disse que preciso fazer um regime.
Lembrete; Preciso ignorar o b.

Resolvi então ir ao médico, la chegando apresentaram-me a uma balança e quando eu subi nela percebi que estava quebrada pois, o ponteiro subiu tão rápido.

Lembrete; Odeio balança.

Quando o doutor me viu já foi logo dizendo que eu estava com ums quilinhos  sobrando;

Lembrete: Odeio o doutor.

Ele disse que eu precisava fazer a dieta da sopa e que em um mês eu estaria com o meu peso normal.

Resolvi então fazer a tal dieta.
                                    primeiro dia de dieta

Acordei disposta a fazer  a tal dieta e no café  da manhã, tomei uma xicara de chá em vez do café matutino de sempre.

Me senti muito bem, eu já me sentia perdendo alguns quilinhos.
Ao meio dia, preparei uma leve sopa de tomates, estava deliciosa, comi uns cinco pratos de sopa.

depois do almoço eu me senti um pouco indisposta, parecia estar com barriga dágua, minha barriga parecia tão pesada. 

Lembrete: Odeio sopa de tomates

   A tarde eu estava ouvindo um barulho estranho, parecia que ia chover, era tanto trovão, mas depois percebi que era meu estómago. Aguentei firme e depois de mais um chá passei a tarde inteira indo ao banheiro, de cinco em cinco minutos.

Lembrete; Odeio chá.
  A noite finalmente chegou e eu estava faminta, parecia que não comia a uma semana, preparei então uma sopa de legumes, todos que eu tinha, hummmmm estava uma delicia nem sei o quanto comi, só sei que não ficou nada para o b, fiquei me setindo um pouco verde, deve ser o efeito dos legumes.

Lembrete; Odeio legumes.

Fui dormir mais cedo e tive varios pesadelos como, um banquete onde eu era o frango assado, o pernil, a costela, o lombo e ao redor da mesa estavam frangos, porcos, bois e etc.

Todos com galfo e faca nas mãos preparadas pra me degustar.
Lembrete; Odeio dietas.

                             Segundo dia de dieta.

Prepara me uma mesa na presença de todos que não se alimentam, não estou mais de dieta, que se dane a dieta.
 
Tina poeta
Enviado por Tina poeta em 12/10/2007
Reeditado em 27/07/2013
Código do texto: T691535
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tina poeta
Betim - Minas Gerais - Brasil
314 textos (31009 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 20:39)
Tina poeta