Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A CALCINHA

Sandrosa, esposa de D. Afonso, mulher de fino trato e de cuca enrolada e explosiva, comemorava o Natal embutida em seu belo vestido de seda, na casa de um tio, junto a familiares mais próximos.


A oportunidade servia muito mais para discutir os diversos planos de expansão das atividades econômicas de alguns membros da família, do que para exaltar vida e obra de Nosso Senhor, até porque, o estilo feminista da época não avalizava tal prática, insinuando a todos que “Deus é mulher” (expressão cunhada por Ruth Escobar, na década de 70.  Talvez por encomenda da CNBB para aumentar o nº de preces à Nossa Senhora...)

Mas Sandrosa, querendo a todos agraciar com sua simpatia, praticava uma verdadeira maratona pelos salões da casa, indo de uma roda à outra, onde além de distribuir beijinhos e sorrisos dentifrícios, também em tudo opinava, deixando de forma indelével o registro de sua presença sempre marcante.


E foi no cumprimento dessa rotina que chega à roda onde se encontrava D. Afonso, sentando-se num sofá em frente ao dele.  O que ela não imaginava é que o sofá igualmente lhe prestaria exagerada reverência, cedendo mais do que o desejado sob sua massa.  Aí, desequilibrando-se de forma deselegante, mereceu por parte do irreverente marido a oportuna observação:
- “Aí, Sandrosa, de calcinha preta, hein?”
- “Seu nojento (tratamento conjugal após o 5º ano de convivência), se quer saber, é bege”. Respondeu em seu melhor estilo.
- “Perdão. Não sabia que estava rasgada!”.



Marido irreverente


Dom AFONSO
Enviado por Dom AFONSO em 21/11/2007
Reeditado em 23/05/2009
Código do texto: T745515

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Dom AFONSO
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 71 anos
20 textos (1427 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 02:37)
Dom AFONSO