Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DE BAR A BACH

Bendito seja aquele que escreveu: A ignorância extravanca o progresso. O filho de ‘Severino Ferro Véi’ trocou de lado. Católico ontem, evangélico hoje. Com o novo batismo, adquiriu outros hábitos. Sem conhecer partituras, passou a ouvir músicas clássicas. Para ter melhor discernimento erudito, encomendou a gravação pirata com músicas de Bach. De posse da cópia partiu para o desfrute. Ô decepção, o CD era a fina flor do brega. Estilo corno escuta toma uma e chora. Como se pisasse no rasto, Tomé retorna na mesma pisada e como um furação invadiu a discoteca. - Toma teu CD e devolve meu dinheiro. Você cometeu um sacrilégio, seu profano. Isso não se faz. Pedi música de Bach e você grava brega. – Cara, músicas de bar são essas que gravei: de bar em bar, de mesa em..., vou botar placa de venda...  Respondeu o discotecário. - Você sabe ler? Perguntou irmão Tomé. - E escrever! Respondeu o outro. Então, Tomé escreveu: Sebastian Bach entendeu.  Como pode trabalhar com música, se é tão ignorante?  - Só podia dá errado, falou uma coisa e escreveu outra.  Falou música de bar e escreveu música de baixe.  Você tá é doido depois que se converteu na lei de crente, pega teu dinheiro e vaza da minha discoteca!
Chiquimribeiro
Enviado por Chiquimribeiro em 06/12/2007
Reeditado em 18/03/2015
Código do texto: T767447
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Chiquimribeiro
Fortaleza - Ceará - Brasil
534 textos (76298 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 13:17)
Chiquimribeiro