Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NOÇÕES DE UTILIDADE PÚBLICA:

Estatísticas brasileiras recentes mostram que tanto o número de casamentos como o de divórcios têm crescido.
Mas há um fato muito interessante que resolvi publicar porque IMAGINO que certas DISTORÇÕES sejam do conhecimento de poucos, que assim como eu, são leigos em DIREITO.
E depois de tomar conhecimento do tal fato -e de levar um baita dum susto!- deixo aqui bem "advertidinho" aos candidatos a "casórios",para que depois não se lamentem no dito da moda " EU NÃO SABIA"!
Então saibam desde já, que ao nos casarmos, embora sempre munidos de ótimas intensões amorosas, sempre corremos o risco do DIVÓRCIO,  mas LEGALMENTE  JAMAIS  nos divorciaremos das sogras.
LEGALMENTE...sogras são para sempre mesmo! E não estou brincando não!
Confesso que ainda não entendi muito bem como funciona a "distorção".
Achei que poderia estar vinculada ao fato de se ter filhos.Não está!
Parece tratar-se dum parentesco " RETO", PARENTE HORIZONTAL E NÃO COLATERAL.
Então... não é possível! Marido seria "colateral" -ou "TANGENCIAL?"-e sogra..."horizontal"?
Também nunca imaginei que a questão fosse assim... matemática, mas realmente com o tempo, poderá ocorrer uma equação de "adição" muito confusa para se resolver.
A imaginar que atualmente pela LEI DO DIVÓRCIO, o casamento não garante maridos ou esposas "vitalícios", fiquem tranquilos porque ao menos sem sogra NINGUÉM FICARÁ. Nunca haverá solidão "perfeita", saibam!
E para quem , que por esporte, casa e descasa todo ano, será que já se deu conta de que colecionará sogras?
Ou será que o  cargo de "PRIMEIRA SOGRA"  também é vitalício? Isso eu não sei responder.
Por que na elaboração da tal lei, não se pensou numa "emendinha", para que fosse possível o tal do "DIVÓRCIO DE SOGRAS"?
Bem que dizem que nenhuma lei é perfeita! Sempre há uma brechinha...
E em pensar que quando uma amiga minha se divorciou, chorava torrencialmente e eu para lhe consolar argumentei:
-Calma, ao menos você não tem mais sogra!
Tem hora que é melhor morrer na ignorância mesmo...
Ah, e antes que eu me esqueça: Bom,nesse mundo tem de tudo e a culpa não é minha: Se por um desses revezes do destino, alguém tragicamente se apaixonar pela sogra (sempre depois do divorcio, óbviamente), saibam que a lei o protege... não admite desgraça em dobro!
Não é permitido casar com a sogra! Esse conhecimento também o adquiri recentemente!
Mas que fique bem claro...ao menos eu, acreditem!- amo as minhas sogras...
MAVI
Enviado por MAVI em 07/12/2007
Reeditado em 06/02/2008
Código do texto: T768095

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MAVI
São Paulo - São Paulo - Brasil, 57 anos
5444 textos (340821 leituras)
993 áudios (87034 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 21:01)
MAVI