Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESCANDALOSA, EU?!!

 Minha família e amigos só usam um termo para me definir:Escandalosa! E nem sei por que...Tá certo que uma vez ou outra aprontei alguma,mas veja se nào tinha razão?
 No "meu tempo"a única coisa que eu sabia era que "ficar mocinha"significava "menstruar", agora que diabos era menstruar nunca ninguém me disse. Até que aos 13 anos, descobri o significado. No banheiro de colégio, notei minha calcinha "alagada de sangue" (tá bom, um pouco suja), nào tive dúvida:sai correndo todo o colégio com a calcinha nas mãos e gritando:-Socorro, me acudam! Estou morrendo! Chamem uma ambulância!
Se virei motivo de piadas?Até hoje não sei, nunca mais voltei para aquele colégio e fugia sempre que via uma colega de lá!
 Aos 15 anos me apaixonei "perdidamente"por um cara lindo! Usava cabelos compridos,calças "boca-de-sino", era fã ferrenho dos Beatles e um contestador nato:não estudava e nem trabalhava.Meu pai clamava aos berros:-Um playboy!
Amor proibido..Um dia, sòzinha em casa,resolvi:-Vou me matar! E planejei tudo nos mínimos detalhes. Ao ouvir o barulho da velha Brasília do meu velho chegando, não tive dúvidas:Peguei um comprimido de analgésico numa cartela de 30
(as outras despejei no sanitário e dei descarga.
Afinal queria me matar, mas nào morrer...).Peguei um pano enrolado com gelo e passei no corpo todo, principalmente nos braços e no rosto. Ao ouvir os passos dos meus pais saindo da garagem e entrando em casa nào hesitei:-Caí durinha e gelada no chão do banheiro!
 Gritaria, corre corre e como eu tinha planejado fui parar na emergência de um hospital.A única coisa que não preví foi que o médico disse aos meus pais que eu não tinha NADA
no estômago! Nem o mísero comprimido que tomei!
De castigo, perdi 2 mêses de férias e o namorado...Mas esse nem contava mais:o bandido nem foi me visitar!
 Depois, já casada e grávida resolvi "corajosamente"ter o parto normal.Conforme diziam era "só um dor passageira". Ledo engano! Fiz um escândalo tão grande na sala de parto,gritava:Parem!Não quero mais! Devolvam! Cheeega!
Depois o obstreta me confessou: -não sabia se ria ou me esbofeteava!
 Há pouco menos de 1 mês resolvo extrair um dente que há muito me incomodava:sento, mostro o dente ao dentista, uma anestesia, esperar um pouco e pronto;-Vamos lá arrancar esse dente! Esse não incomoda mais!
 Grito, esperneio, digo palavrões, faço o maior
escândalo dentro daquele maldito consultório!-Pare, carniceiro! Ai! Tá doendo!
 Ao me devolver ao meu marido o dentista logo avisa:-Nunca mais me traga essa mulher ao meu consultório!
 E tive que ouvir um longo sermão até chegar em casa:-Voce é muito escandalosa! ...Só me faz passar vergonha...Isso nào pode continuar...Voce espantou todos clientes que estavam na sala de espera (bem feito!)...
Ao chegar em casa corro ao banheiro e vou logo examinar meus dentes:-Firme,glorioso,intacto, lá está o dente causador de tanta confusão, e vizinho, arrancado, o dente que era são!
 Escandalosa,EU?!!
Frann
Enviado por Frann em 27/11/2005
Código do texto: T77070

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Francy Maia http://recantodasletras.uol.com.br/autores/Frann). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Frann
Fortaleza - Ceará - Brasil, 62 anos
35 textos (3694 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:19)
Frann